Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Serena vence e fica a uma vitória do recorde de Slam
11/07/2019 às 12h01

iguLondres (Inglaterra) - Dona de 23 títulos de Grand Slam, a norte-americana Serena Williams mais uma vez estará a uma vitória de igualar o recorde absoluto de 24 conquistas da australiana Margaret Court. A ex-número 1 do mundo dominou a tcheca Barbora Strycova na segunda semifinal desta quinta-feira em Wimbledon, passando sem sustos pela rival, contra quem anotou parciais de 6/1 e 6/2, em apenas 59 minutos de partida.

O último obstáculo no caminho da caçula das irmãs Williams será a romena Simona Halep, que mais cedo teve uma grande atuação na vitória por 2 a 0 contra a ucraniana Elina Svitolina. O retrospecto entre as duas finalistas no All England Club é amplamente favorável à norte-americana, que perdeu apenas um dos 10 duelos entre elas e venceu os três que tiveram em Slam.

Serena tentará pela terceira vez empatar com Court e alcançar o recorde absoluto de títulos de Grand Slam desde que chegou ao 23º título, no Australian Open de 2017. A primeira chance que ela teve foi justamente em Wimbledon, no ano passado, sendo derrotada pela alemã Angelique Kerber. A segunda oportunidade veio também em 2018, quando perdeu a final do US Open para a japonesa Naomi Osaka.

Atual número 10 do mundo, a norte-americana vai salvando os pontos conquistados na temporada passada e com isso se mantém no top 10. Serena até ganhará uma posição ao igualar o vice de 2018 e poderá subir para a oitava colocação se for campeã. Por outro lado, a eliminada Strycova sairá do torneio 22 lugares mais bem colocada, indo para o 32º posto no ranking da WTA.

O jogo foi dominado por Serena, que se impôs do começo ao fim e não viu a rival tcheca conseguir incomodá-la. Dominante com o saque, vencendo 74% dos pontos, a caçula das Williams também se deu bem nas devoluções, faturando 51% dos pontos disputados. Ela cometeu os mesmos 10 erros não forçados de Strycova, mas deu um show nas bolas vencedoras, anotando mais que o triplo da rival (27 a 8).

As duas parciais foram muito parecidas, com começos mais equilibrados e domínio da norte-americana depois de alguns games. No primeiro set, Serena demorou apenas dois games para deslanchar e após o 1/1 venceu os cinco seguintes, com duas quebras seguidas. Strycova conseguiu adiar um pouco as coisas no segundo, chegando a empatar em 2/2, mas depois perdeu os próximos quatro games e se despediu do torneio.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series