Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Toni Nadal vê Wimbledon crucial na disputa do Big 3
12/07/2019 às 08h59

Londres (Inglaterra) - Mais uma vez o sérvio Novak Djokovic, o espanhol Rafael Nadal e o suíço Roger Federer chegam juntos às semifinais de um Grand Slam. Para o técnico espanhol Toni Nadal, a eventual conquista do título na grama do All England Club será muito importante para o campeão, que ganhará terreno na briga dos três pelo recorde de Grand Slam.

“Para Djokovic significa ficar novamente a dois títulos de Rafael, que pode ficar a um de Federer, que pode aumentar a distância para os demais. Já em relação a (Roberto) Bautista, vencer seria uma surpresa”, comentou Toni em entrevista à EFE.

Atualmente, Federer lidera a disputa dos títulos de Slam com suas 20 conquistas, seguido de perto por Nadal, que com a taça erguida em Roland Garros, semanas atrás, alcançou as 18. Um ano mais novo que o espanhol e quase sete que o suíço, Djokovic aparece um pouco mais atrás com suas 15, a última delas no Australian Open deste ano.

Toni também analisou o duelo semifinal entre o suíço da Basileia e seu sobrinho. “Federer é um rival muito complicado e um especialista na grama, mas vejo Rafael com nível suficiente para vencê-lo”, disse o tio e ex-treinador do espanhol, que destacou sua grande campanha na competição.

“Todas as partidas que Rafa disputou foram em altíssimo nível. Contra Kyrgios ele se perdeu um pouco no segundo set, mas todos sabemos que Nick saca muito bem e não te dá ritmo. Também acho que mostrou um grande nível na quarta-feira contra (Sam) Querrey, que havia perdido apenas um saque até então e Rafa o quebrou seis vezes”, observou Toni Nadal.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series