Notícias | Dia a dia
Halep será a porta-bandeira romena em Tóquio
16/07/2019 às 10h47

Primeira campeã romena de Wimbledon, Halep foi recebida com festa na volta para casa nesta terça-feira

Bucareste (Romênia) - Após conquistar pela primeira vez o título de Wimbledon, seu segundo Grand Slam da carreira, a romena Simona Halep voltou para o seu país e recebeu as devidas homenagens ao desembarcar em Bucareste. Autoridades locais deram as boas-vindas a atual número 4 do mundo, que falou com a imprensa e recebeu o carinho dos fãs.

Um dos que estava na comitiva que acompanhou a chegada de Halep na capital romena foi Mihai Covaliu, presidente do comitê olímpico local. Aproveitando o momento, ele garantiu que a tenista será a porta-bandeira do país na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020.

“Eu quero ganhar qualquer tipo de medalha nas Olimpíadas para completar tudo que eu fiz no tênis, é uma chance de jogar pelo meu país e sempre amei isso. Tenho que jogar bem para conseguir uma medalha, seria um sonho para mim”, declarou Halep, que agradeceu a todos os que foram recebê-la na chegada a Bucareste.

“Muito obrigada por terem vindo, é uma recepção especial e calorosa, como todas as vezes que volto. Gostaria de agradecer à minha família, aos meus treinadores, à minha equipe - que é ótima, a algumas pessoas especiais e também a todos que sempre me apoiam”, declarou a tenista de 27 anos.

Halep ainda disse que espera poder inspirar as crianças romenas. “Era difícil acreditar que quando comecei a jogar tênis poderia vencer Wimbledon, mas isso se tornou realidade e espero servir de inspiração para uma nova geração”.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis