Notícias | Dia a dia
Ostapenko joga em casa e tenta voltar a ser campeã
21/07/2019 às 13h33

Ostapenko é uma das atrações do novo torneio do circuito feminino

Foto: Arquivo

Jurmala (Letônia) - Com a maior popularidade do tênis no país após o título de Jelena Ostapenko em Roland Garros em 2017 e o bom momento de Anastasija Sevastova no circuito, a Letônia entra no calendário da WTA. A cidade de Jurmala recebe um torneio nesta semana, em quadras de saibro.

Ex-número 5 do mundo, Ostapenko aparece atualmente apenas no 79º lugar do ranking. Ela tem 12 vitórias e 18 derrotas na temporada, com destaque para as quartas de final na grama de Birmingham. Além da conquista do Grand Slam francês, a letã de 22 anos tem apenas mais um título, obtido no piso duro de Seul em 2017, quando derrotou a brasileira Beatriz Haddad Maia na decisão.

Ostapenko é a oitava cabeça de chave em Jurmala e estreia contra a norte-americana Bernarda Pera. Em caso de vitória na primeira rodada, a letã pode enfrentar a cazaque Elena Rybakina, campeã neste domingo do WTA de Bucareste, ou a chinesa Xinyun Han.

No mesmo quadrante está a bielorussa Aliaksandra Sasnovich, quarta favorita e que estreia contra uma jogadora vinda do quali. Ainda neste setor da chave, a francesa Caroline Garcia é a segunda favorita e estreia contra a canhota tcheca Kristyna Pliskova.

Anastasija Sevastova é a principal favorita. A número 11 do mundo estreia contra a russa Varvara Flink e depois pode enfrentar a eslovena Dalila Jakupovic ou a romena Ana Bogdan. Nas quartas pode pintar a russa Margarita Gasparyan. Já a também russa Anastasia Potapova, que tem 180 pontos a defender, e a cabeça 3 tcheca Katerina Siniakova podem pintar na semi.

O novo torneio letão assume a vaga o WTA International de Moscou, que teve apenas uma edição no ano passado e foi vencido pela sérvia de 17 anos Olga Danilovic. A capital russa já havia herdado a data de Bastad, na Suécia, que agora tem um ATP 250 e um torneio da série 125k do circuito feminino.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis