Notícias | Dia a dia
Título faz Jarry ter a maior arrancada do top 100
22/07/2019 às 07h55

Miami (EUA) - A primeira conquista no circuito da ATP do chileno Nicolas Jarry lhe rendeu a maior arrancada no top 100 do ranking, ganhando 26 colocações nesta segunda-feira com os 250 pontos somados em Bastad. Com isso, ele alcançou a 38ª posição, a melhor da carreira até então.

Outro sul-americano que também se deu bem foi Juan Ignacio Londero, que perdeu a final para Jarry e com o vice-campeonato subiu 15 lugares e teve a segunda maior ascensão da semana. Assim como o chileno, o tenista de 25 anos atingiu seu melhor ranking da carreira.

Campeão no ATP 250 de Umag, o sérvio Dusan Lajovic foi mais um que aproveitou bem a semana passada para escalar a lista da ATP. Ele melhorou 10 postos no ranking e agora é o 26º do mundo, três lugares abaixo de sua melhor colocação, alcançada em abril deste ano.

Mais três jogadores conseguiram boas subidas, ganhando pelo menos 10 lugares. O veterano espanhol Albert Ramos melhorou 14 postos e foi para a 85ª colocação, o cazaque Alexander Bublik ganhou 12 lugares e agora é o 71º e o australiano Matthew Ebden voltou ao top 100 justamente na 100ª posição após ganhar 10 postos.

Como os principais nomes não jogaram, quase nada mudou no top 20. Foram apenas duas pequenas alterações, uma delas com o russo Daniil Medvedev ultrapassando o italiano Fabio Fognini para assumir o nono lugar e a outra com o norte-americano John Isner, campeão em Newport, indo de 15º para 14º, superando o croata Borna Coric.

Os dois maiores perdedores entre os top 100 deste ranking foram Steve Johnson e Marco Cecchinato. O norte-americano perdeu 25 lugares e agora é o 93º do mundo, enquanto o italiano caiu 23 posições e foi para o 63º lugar.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis