Notícias | Dia a dia
Bia é suspensa por suposto uso de anabolizante
23/07/2019 às 13h14

Bia pode perder todos prêmios e pontos desde Bol

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - A Federação Internacional de Tênis suspendeu preventivamente a número 1 do Brasil e 91ª do mundo Bia Haddad Maia, por suposto uso de substâncias proibidas. Segundo comunicado, ela teria testado positivo para uma substância anabolizante, a SARM-22, e assim está impedida de atuar no circuito.

Segundo a ITF, o teste de urina foi feito durante o torneio de Bol, na Croácia, no dia 4 de junho. O exame de Bia foi enviado para o laboratório credenciado pela Agência Internacional Antidoping (WADA), baseado em Montréal, no Canadá.

Leia também: Substância encontrada no antidoping não é regulamentada

Leia também: Histórico de penas prevê gancho de 6 meses a 2 anos

Bia foi comunicada do resultado em 12 de julho e teria 10 dias para solicitar sua defesa perante o Juri independente do Programa Antidoping e assim continuar competindo. Como não fez, a suspensão se tornou automática a partir de 23 de julho.

A tenista se manifestou brevemente através de um comunicado enviado por sua assessoria de imprensa e afirmou ter sido pega de surpresa com a medida, além de garantir jamais ter feito uso de qualquer produto ilícito. "Jamais procurei obter vantagem indevida, sempre respeitei o jogo limpo e vou trabalhar na defesa para provar inocência".

Como todo anabolizante, o SARM  tem por objetivo o ganho de massa muscular e está muito na moda nas academias brasileiras, apesar do alerta de alto risco para a saúde.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis