Notícias | Dia a dia
Federer irá a Chile e Colômbia e não virá ao Brasil
25/07/2019 às 15h10

São Paulo (SP) - O suíço Roger Federer mais uma vez fará uma turnê de exibições por países latino-americanos no fim de 2019. Após os anúncios de partidas no México, dado pela ESPN local, e na Argentina, noticiada pelo La Nación, agora foi a vez do jornal Estado de São Paulo confirmar a ida do atual número 3 ao Chile e à Colômbia, ao passo que o Brasil ficará de fora desta vez.

“Tentamos buscar um promotor que quisesse apoiar o evento, mas não fomos bem-sucedidos”, declarou o norte-americano Tony Godsick, agente e sócio de Federer, em entrevista ao Estadão.

"Roger fez uma visita incrível ao Brasil em 2012 e gosta muito dos seus fãs brasileiros, que o apoiam tanto e até viajam pelo mundo para vê-lo. Se não acontecer uma exibição neste ano no Brasil, espero que ele possa voltar ao país no futuro", complementou o agente do tenista da Basileia.

A única aparição do suíço no país foi em 2012, quando fez uma série de exibições no Ginásio do Ibirapuera, trazendo consigo um estrelado elenco de tenistas que incluía nomes como o do francês Jo-Wilfried Tsonga, do alemão Tommy Haas, do espanhol Tommy Robredo e dos irmãos Bob e Mike Bryan.

Entre as mulheres que vieram ao Brasil estava uma seleta lista de número 1 do mundo puxada pela norte-americana Serena Williams e pela russa Maria Sharapova, contando também com a dinamarquesa Caroline Wozniacki e com a bielorrussa Victoria Azarenka.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis