Notícias | Dia a dia
Nova geração se destaca no ranking desta semana
29/07/2019 às 08h55

Vice-campeão em Atlanta, Fritz ganhou quatro lugares, voltou ao top 30 e alcançou seu melhor ranking

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - Sem os principais nomes do circuito em ação na última semana, coube aos nomes da nova geração conseguir boas subidas no ranking. Destaque para os finalistas do ATP 250 de Atlanta, com o campeão Alex de Minaur ganhando nove colocações e o vice Taylor Fritz subindo quatro lugares.

O australiano de 20 anos alcançou o 25º lugar e ficou a uma posição de igualar sua melhor marca. Já o norte-americano de 21 anos entrou no top 30 e foi para a 28ª posição, a melhor da carreira. Além de Fritz, mais dois jovens nomes também conseguiram alcançar seus melhores rankings na ATP nesta segunda-feira.

Um deles é o também norte-americano Reilly Opelka, de 21 anos, que disparou 14 postos com a semi em Atlanta e agora é o 43 do mundo. O outro é o sérvio Miomir Kecmanovic, de 19 anos, que também esteve em ação no torneio norte-americano, foi até às quartas e com isso da 66ª para a 61ª colocação.

Ainda na turma dos jovens, o russo Andrey Rublev teve o maior salto de todo o top 100. O tenista de 21 anos ganhou 29 lugares com o vice no ATP 500 de Hamburgo e recuperou o terreno perdido. Depois de chegar a 31 do mundo no ano passado, ele saiu do top 100 no começo de 2019 e agora vem se recuperando, indo para a 49ª posição.

Boas ascensões tiveram também os espanhóis Albert Ramos e Pablo Carreño, ambos ganhando mais de 10 colocações. Ramos conquistou em Gstaad seu segundo título de ATP e com isso do 85º lugar para o 69º. Por sua vez Carreño teve uma subida um pouco mais leve, saiu do 59º posto para o 47º com a semi em Hamburgo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis