Notícias | Dia a dia
Juiz da final: 'Djoko não sabia quando seria tiebreak'
30/07/2019 às 11h48

Buenos Aires (Argentina) - Responsável por comandar a final de Wimbledon entre o sérvio Novak Djokovic e o suíço Roger Federer, que acabou definida apenas no estreante tiebreak do quinto set, medida implementada neste ano na competição, o argentino Damián Steiner revelou que o número 1 do mundo não sabia quando seria o desempate final.

“As dúvidas podem aparecer até mesmo nas melhores partidas. Os jogadores ficam concentrados no que precisam fazer em quadra e às vezes esquecem esses detalhes”, contou o árbitro em um programa da ESPN argentina. A decisão chegou ao 12/12 e então foi disputado o tiebreak vencido por Djokovic, que assim conquistou seu 16º título de Grand Slam.

O árbitro argentino ainda falou que não é incomum perguntas assim e até há dúvidas bem piores do que esta. “Muitos jogadores não sabem coisas básicas do regulamento”, afirmou Steiner, que ficou muito feliz com a oportunidade de comandar uma partida tão importante.

“Realmente foi algo histórico, vivi uma partida incrível. Era uma oportunidade que vinha esperando. Esses tipos de partidas são únicos, daquelas que você não quer que acabe para continuar vivendo a experiência de estar nela”, finalizou o juiz argentino.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis