Notícias | Dia a dia
Tsitsipas leu biografia de Federer para se inspirar
01/08/2019 às 11h53

Washington (EUA) - Após estrear com vitória no ATP 500 de Washington, derrotando o norte-americano Tommy Paul, o grego Stefanos Tsitsipas revelou ter passado por maus momentos após a eliminação na estreia em Wimbledon. Ele disse ter passado três dias no quarto do hotel remoendo a derrota e só conseguiu esquecê-la ao pegar alguns dias de descanso.

“Estou com as energias renovadas. Peguei alguns dias de férias, pois necessitava recarregar as baterias e me afastar um pouco do tênis. Foi uma decisão importante, que tomei depois de dias muito ruins que passei em Londres”, declarou o atual número 6 do mundo e principal favorito ao título na capital norte-americana.

Tsitsipas contou que usou meditação e leitura para superar a queda precoce em Londres. “Não conseguia esquecer a derrota para Thomas Fabbiano, fiquei sem dormir na primeira noite e tentava pensar em outra coisa. Decidi então ler, pegue O Alquimista e busquei um livro que pudesse me inspirar. Escolhi a biografia de Roger Federer. Passei três dias dedicados à leitura e à meditação”.

Além de falar sobre a crise mental que teve após a queda prematura em Wimbledon, o grego também comentou sobre a parceria com o australiano Nick Kyrgios, que não durou muito em Washington, mas se repetirá na próxima semana. “Vamos jogar juntos também no Masters 1000 de Cincinnati. O jogo me ajudou muito a pegar ritmo competitivo”, disse Tsitsipas.

Semifinalista do torneio no ano passado, defendendo assim 180 pontos nesta semana, Tsitsipas terá agora pela frente no evento norte-americano o australiano Jordan Thompson em duelo inédito.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis