Notícias | Dia a dia
Nadal: 'Quem não admira Federer não sabe nada'
01/08/2019 às 13h59

Madri (Espanha) - A grande rivalidade entre o suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal mostra se resumir apenas a dentro de quadra a cada dia que passa. Os dois costumam não poupar elogios quando se referem ao rival e desta vez foi o canhoto de Mallorca que voltou a enaltecer a figura do recordista de Grand Slam entre os homens.

Lembrando a histórica vitória na final de Wimbledon, em 2008, o espanhol mais uma vez acabou enaltecendo Federer. Mas antes de falar sobre o suíço, Nadal rememorou a pausa importante que aconteceu no quinto set por causa da chuva e da conversa que teve com Tio Toni, então seu treinador.

“Não sei o que ele quis dizer naquele momento, mas saí de lá preparado para desafiar qualquer adversidade. Federer até poderia vencer, mas teria que fazer mais do que eu, porque não estava disposto a perder”, falou o atual vice-líder da ATP.

O tio Toni também comentou sobre o momento. “Fui para o vestiário pensando no que poderia falar para Rafa elevar seu espírito”, falou o então técnico de Nadal, que se tornou o primeiro espanhol a levantar a taça de Wimbledon desde Manolo Santana, em 1966.

“Quando fui sacar para vencer Wimbledon foi duro, estava escrevendo a história”, disse Nadal, que não poupou elogios ao suíço, seu adversário naquela final. “Admiro o estilo de Federer e aqueles que não fazem o mesmo é porque não sabem nada de tênis. Mesmo que você seja fã de outro tenista, precisa reconhecer a excelência e Federer é excelente em todos os sentidos”, finalizou.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis