Notícias | Dia a dia
Svitolina leva virada incrível nos EUA, Sabalenka avança
02/08/2019 às 22h38

Sabalenka superou a espanhola Carla Suárez Navarro em três sets nesta sexta

Foto: Divulgação

San Jose (EUA) - Principal cabeça de chave no WTA Premier de San Jose, Elina Svitolina ficou muito perto de conseguir uma vaga na semifinal do torneio. Entretanto, a ucraniana acabou sofrendo uma virada incrível nesta sexta-feira. Melhor para a grega Maria Sakkari, 30ª colocada no ranking, que eliminou a número 6 do mundo com parciais de 1/6, 7/6 (7-3) e 6/3 em 2h32 de partida.

Svitolina dominou o set inicial ao conquistar quatro quebras e contar com 21 erros da adversária. A ucraniana também foi a primeira a quebrar no segundo set e chegou a liderar o placar por 4/1, e posteriormente por 5/2. Ela teve três match points, mas não aproveitou a chance de sacar para o jogo, e permitiu a reação de Sakkari.

Por mais que Svitolina estivesse perto da vitória em sets diretos, ela pouco agredia a adversária. Sakkari definia a maioria dos pontos na parcial, anotando 22 winners contra apenas dois da ucraniana. Mais confiante, a grega foi superior no último set e conseguiu duas novas quebras. Sakkari terminou o jogo com 48 winners, contra apenas 11 de Svitolina, e cometeu 50 erros diante de 31 da rival.

Finalista em San Jose no ano passado, Sakkari tem 305 pontos a defender. A grega de 24 anos conquistou seu primeiro WTA em maio, no saibro de Rabat, e busca a terceira final da carreira. Sua próxima adversária virá da partida entre a jovem norte-americana de 17 anos Amanda Anisimova e a chinesa Saisai Zheng.

Do outro lado da chave, a segunda favorita Aryna Sabalenka também fez um jogo longo, mas conseguiu avançar. Décima colocada no ranking mundial, a bielorrussa de 21 anos lutou por 1h53 para vencer a experiente espanhola de 30 anos e 29ª colocada Carla Suárez Navarro por 3/6, 6/2 e 6/4. Sabalenka liderou nos winners por 36 a 25 e terminou o jogo com 32 erros contra 25 da ex-top 10 espanhola. Metade dos erros da bielorrussa foram no primeiro set. Depois, foi muito mais consistente nas parciais seguintes.

Sabalenka tem três títulos de WTA na carreira, um deles conquistado na primeira semana da atual temporada em Shenzhen. Em busca de sua sétima final no circuito, ela agora enfrenta a croata Donna Vekic, que venceu a norte-americana vinda do quali Kristie Ahn por 7/5 e 6/0. Vekic tem dois títulos e tenta alcançar sua nona decisão. A croata venceu os três duelos anteriores contra a Sabalenka no circuito.  

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis