Notícias | Dia a dia
Menezes vira 3º set e garante o ouro ao Brasil
04/08/2019 às 21h47

Menezes teve uma campanha espetacular no lento saibro de Lima

Foto: COB

Lima (Peru) - O mineiro João Menezes precisou de sangue frio e muito espírito de luta para se tornar o oitavo tenista brasileiro a ganhar medalha de ouro em simples nos Jogos Pan-americanos. O atual número 2 nacional derrotou o chileno Marcelo Tomas Barríos por duros 7/5, 3/6 e 6/4.

Menezes passou aperto com o tênis agressivo do chileno na maior parte do primeiro set. Sofreu quebra precoce e isso permitiu a Barrios chegar a 5/4, com saque a favor e por duas vezes teve a vantagem. Mas o mineiro não se intimidou, correu muito e acabou premiado com certa pressa do adversário. Recuperou a quebra e aí dominou as ações, vendo o chileno perder a confiança.

Mas nada estava definido. O chileno começou ameaçador o segundo set. Após uma troca de quebras, tomou a dianteira e fechou as brechas para o brasileiro mostrando um backhand sólido. Tirou um terceiro serviço de Menezes e ficou tudo empatado.

Barríos voltou a liderar no começo do terceiro set e fez 2/0, mas Menezes não desistiu e se manteve dentro dos pontos. Recuperou a quebra e uma série de lances espetaculares o levaram à virada. Sacou muito para fazer 5/3 e fechou em seguida diante de um adversário já perdido taticamente.

Oitavo campeão pan-americano
Menezes se juntou a outros cinco homens e duas mulheres que também conquistaram medalha de ouro em simples para o Brasil em Jogos Pan-americanos, desde que a competição foi criada, em 1951.

Entre os homens, Ronald Barnes venceu em São Paulo/1963, Thomaz Koch ganhou em Winnipeg/1967, Fernando Roese foi campeão em Indianápolis/1987, Fernando Meligeni brilhou em Santo Domingo/2003 e Flávio Saretta foi o melhor no Rio/2007.

No feminino, os títulos de simples vieram com Maria Esther Bueno, em São Paulo/1963, e com Gisele Miró, em Indianápolis/1987.

Terceira vítima chilena
Este foi o terceiro título brasileiro no Pan em cima de adversários chilenos. Menezes repetiu neste domingo o que haviam obtido Meligeni em cima de Marcelo Ríos, em 2003, e Saretta contra Adrián Garcia, em 2007.

Vale lembrar ainda que Menezes foi quem tirou o grande favorito em Lima, Nicolas Jarry, chileno que ocupa o 55º lugar do ranking e era o único top 100 inscrito.

Outros medalhistas do tênis
Na decisão da medalha de bronze, em duelo todo argentino, Guido Andreozzi derrotou o canhoto Facundo Bagnis, campeão do Pan há quatro anos em Toronto, por 6/4 e 7/5.

Os dois também jogaram juntos e ficaram com a prata nas duplas, perdendo para os equatorianos Gonzalo Escobar e Roberto Quiroz, por 6/4, 3/6 e 10-8. O pódio foi completado pelos peruanos Sergio Galdos e Juan Pablo Varillas.

A Argentina também ficou com a medalha de ouro nas simples femininas, com vitória de Nadia Podoroska sobre a norte-americana Caroline Dolehide, por 2/6, 6/3 e 7/6. O bronze coube à paraguaia Veronica Cepede.

Por fim, o ouro nas mistas ficou com os chilenos Nicolas Jarry e Alexa Guarachi em cima dos bolivianos Federico e Noella Zeballos, que venceram por 6/1 e 6/3. O bronze foi para os peruanos Galdos e Anastasia Iamachkine.

Leia também:
Experiente paraguaia tira o bronze de Carol Meligeni Alves
Carol e Stefani conquistam medalha de bronze nas duplas

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis