Notícias | Dia a dia
Barty, Osaka e Pliskova brigam pelo nº 1 em Toronto
05/08/2019 às 10h45

Miami (EUA) - O topo do ranking da WTA mudou quase nada nesta semana, com apenas uma única diferença em todo o top 20, a queda da norte-americana Serena Williams da nona para a décima colocação, sendo ultrapassada pela jovem bielorrussa Aryna Sabalenka, que igualou sua melhor marca da carreira.

As demais posições permaneceram intactas, mas a promessa é de mudanças para a próxima com a disputa do Premier de Toronto, onde apenas duas top 20 não estarão em ação: as tchecas Petra Kvitova, atual número 6 do mundo, e Marketa Vondrousova, que aparece na 15ª colocação na lista desta segunda-feira.

Destaque para a briga pela liderança entre a australiana Ashleigh Barty, que tentará defender a ponta, a japonesa Naomi Osaka e a tcheca Karolina Pliskova. As três começam a disputa no Canadá virtualmente separadas por apenas 206 pontos, disputando rodada a rodada para ver quem termina como número 1.

Quarta colocada no ranking, a romena Simona Halep só não entra na disputa porque defende o título conquistado no ano passado em Montréal, ao passo que Osaka foi eliminada na primeira rodada em 2018 e Pliskova não passou do segundo jogo. Barty foi a única das três que avançou mais e chegou até a semi.

Atual vice-campeã, a norte-americana Sloane Stephens precisa ficar atenta para não sair do top 10, algo que dificilmente não acontecerá se for eliminada logo nas primeiras rodadas. Mais embaixo na lista, a russa Maria Sharapova também corre risco, mas dei sair do top 100. Ela é a 81ª do mundo, mas com o desconto da pontuação vai caindo para o 97º lugar.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis