Notícias | Dia a dia
Sharapova espera se manter saudável até fim do ano
06/08/2019 às 10h37

Toronto (Canadá) - Mais uma vez a russa Maria Sharapova amargou uma eliminação precoce em um torneio, desta vez no Premier de Toronto, onde sequer passou da estreia, levando uma dura virada da estoniana Anett Kontaveit nesta segunda-feira. A ex-número 1 do mundo lamentou mais um resultado negativo, mas ao menos gostou de seu desempenho físico e disse esperar se manter saudável até o fim do ano.

“Concretamente faz oito anos que não jogo aqui em Toronto e agora que voltei, acabei eliminada logo na primeira rodada. Gostaria de ter ido um pouco mais longe, mas são coisas que acontecem. Preciso trabalhar mais se quero conseguir vitórias”, analisou a russa de 32 anos, que disputava no Canadá apenas seu sexto evento na temporada, ficando afastada do circuito de fevereiro até o meio de junho.

“Foi uma partida de grande exigência física. Kontaveit é uma jogadora muito agressiva e que luta por cada ponto como se fosse o último. Além disso, acumulo poucas partidas nesta temporada e só o fato de conseguir chegar ao fim deste duelo já é um feito para mim. Definitivamente não é o resultado que gostaria, até porque cheguei a estar vencendo por 1 a 0, mas pelo menos me sinto bem fisicamente”, acrescentou.

Sharapova espera voltar a jogar um bom tênis e principalmente ter uma boa sequência sem lesões. “Estou buscando encontrar a confiança e isso só as vitórias trazem. Sabia que enfrentaria grandes rivais aqui em Toronto, encarando jogos longo e nos quais precisaria dar o meu melhor. Quero seguir competindo nos torneios importantes, mas talvez o principal objetivo seja seguir saudável e poder ganhar algumas partidas".

Atualmente ocupando a modesta 81ª posição no ranking, a russa corre o risco de deixar o top 100 na próxima semana, caindo provisoriamente para a 97ª colocação. Em busca da volta por cima, Sharapova confirmou a parceria com o italiano Riccardo Piatti. “Chegamos a um acordo e ele trabalhará comigo no próximo US Open, o que será muito bom para mim”, contou a ex-líder do ranking.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis