Notícias | Dia a dia
Zverev é exigido, mas vence a primeira no Canadá
07/08/2019 às 00h38

Zverev reencontra Basilashvili, que foi seu algoz na semifinal de Hamburgo

Foto: Divulgação

Montréal (Canadá) - Campeão em 2017 do Masters 1000 de Montréal, Alexander Zverev foi exigido em sua partida de estreia no Canadá. Terceiro cabeça de chave e número 7 do mundo, o alemão de 22 anos precisou de 1h40 para derrotar o britânico Cameron Norrie por 7/6 (7-4) e 6/4.

A partida desta terça-feira teve apenas uma quebra de serviço, conquistada por Zverev já no último game disputado. O alemão chegou a salvar um set point quando perdia a primeira parcial por 6/5. Já no segundo set, escapou de cinco break points no mesmo game e pressionou constantemente o saque do rival até quebrar na sexta chance que teve.

Diferente do que aconteceu há dois anos, Zverev teve uma campanha razoável no ano passado, quando o torneio canadense foi em Toronto e o alemão caiu nas quartas de final. Até por isso, ele tem apenas 180 pontos a defender. A vitória na estreia já garante a manutenção de 90 pontos.

Na temporada, Zverev acumula 29 vitórias e 15 derrotas. Ele conquistou apenas um título em 2019, no saibro de Genebra. Dono de onze títulos de ATP, incluindo três Masters 1000, o alemão venceu apenas seu quinto jogo em torneios deste porte na temporada. Sua melhor campanha foi a caminhada até as quartas no saibro de Madri.

Garantido nas oitavas de final em Montréal, Zverev enfrentará o georgiano Nikoloz Basilashvili, 17º colocado no ranking, que venceu o alemão Jan-Lennard Struff por 2/6, 6/2 e 6/3 em 1h50. Zverev e Basilashvili já se enfrentaram duas vezes em chaves principais do circuito, com uma vitória para cada lado. Há duas semanas, o georgiano levou a melhor na semifinal de Hamburgo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis