Notícias | Dia a dia
Algoz de Barty, Kenin também elimina Svitolina
09/08/2019 às 16h08

Sofia Kenin já disputou três finais na temporada e vive o melhor momento da carreira

Foto: Divulgação

Toronto (Canadá) - Responsável por eliminar a número 1 do mundo Ashleigh Barty ainda na segunda rodada do WTA Premier de Toronto, Sofia Kenin mostrou que a grande vitória conquistada no início da semana não foi por acaso e mandou para casa mais uma top 10. A norte-americana de 20 anos e 29ª do ranking eliminou a ucraniana Elina Svitolina, sexta do ranking, ao marcar 7/6 (7-2) e 6/4 para chegar à semifinal do torneio.

Esta foi a quinta vitória contra top 10 na carreira de Kenin, sendo a terceira na temporada. Este ano ela também já derrotou Serena Williams na terceira rodada de Roland Garros. A jovem norte-americana vive o melhor momento da carreira e já conquistou dois títulos no ano, em Hobart e Mallorca.

Em busca de sua quarta final de WTA no ano e na carreira, Kenin espera pela vencedora da partida entre a tcheca Karolina Pliskova e a canadense Bianca Andreescu. Kenin perdeu os três duelos anteriores que fez contra Pliskova e tem uma vitória e duas derrotas nas partidas que fez contra Andreescu no circuito.

O começo de partida foi melhor para Svitolina, campeã do torneio em 2017. Ainda que os primeiros games fossem longos, a ucraniana aproveitou as chances que teve para conseguir duas quebras e liderar por 4/0. Kenin reagiu ao vencer três games seguidos, mas Svitolina ainda tinha a chance de sacar para o set. A norte-americana abriu o game com um winner de devolução, aplicou um lob, contou com erro da rival e marcou mais um winner para voltar a quebrar e empatar o placar por 5/5.

Mais confiante na partida, Kenin controlou as ações do fundo de quadra e era a jogadora mais agressiva. Ela dominou o tiebreak para vencer o primeiro set da partida. Nas estatísticas, havia feito mais que o dobro de winners que sua adversária, 19 a 7.

O segundo set começou com Svitolina pressionando constantemente o serviço de Kenin, mas não aproveitando suas chances. A ucraniana perdeu cinco break points até o empate por 2/2. As oportunidades perdidas custaram caro e Kenin venceu oito pontos seguidos para abrir vantagem. A norte-americana ainda escapou de outras duas chances de quebra antes de definir a partida. Ela fez 32 a 17 em winners e cometeu 34 erros contra 22 da rival.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis