Notícias | Dia a dia
Andreescu volta a surpreender e derruba Pliskova
09/08/2019 às 18h10

Andreescu marcou sua sexta vitória contra top 10 na temporada e se garantiu na semi em Toronto

Foto: Divulgação

Toronto (Canadá) - A semana espetacular de Bianca Andreescu continua em Toronto. A jovem canadense de 19 anos conseguiu sua quarta vitória consecutiva no torneio ao superar a tcheca Karolina Pliskova por 0/6, 6/2 e 6/4 em 1h49 de partida. Andreescu já disputou doze sets em Toronto e marcou sua sexta vitória contra top 10 na temporada e na carreira. Além disso, mantém 100% de aproveitamento em jogos contra jogadoras entre das dez melhores do mundo.

A campanha de Andreescu já é a melhor de uma canadense no torneio desde que a competição passou a ser disputada no piso duro em 1979. Desde então, apenas outras quatro jogadoras da casa haviam alcançado as quartas de final em Toronto ou Montréal, que revezam a sede do evento a cada ano. Andreescu também tem o melhor resultado de uma canadense desde o título de Faye Urban em 1969, quando o torneio acontecia no saibro.

Campeã de Indian Wells em março e número 27 do mundo, Andreescu enfrentará na semifinal a norte-americana Sofia Kenin, 29ª colocada. A canadense levou a melhor em dois dos três duelos que teve contra Kenin no circuito profissional.

O resultado também acabou com a chance de Pliskova assumir a liderança do ranking. Dessa forma, a japonesa Naomi Osaka retornará à primeira posição. Osaka já liderou o ranking por 21 semanas, entre janeiro e junho, e havia sido ultrapassada há sete semanas pela australiana Ashleigh Barty.

Pliskova demorou para se sentir à vontade na partida. Com apenas 50% de primeiros serviços em quadra no set inicial, quatro duplas-faltas e treze erros não-forçados, a tcheca ofereceu pouca resistência durante o primeiro set. Andreescu só perdeu três pontos em seu saque e liderou a contagem de winners da parcial por 7 a 1.

O quadro se inverteu no segundo set, quando Pliskova abriu vantagem ao conseguir duas quebras seguidas. A ex-líder do ranking reduziu seu número de erros para sete, enquanto Andreescu deu onze pontos de graça, mais que o dobro dos cinco erros da parcial anterior. A tcheca liderava por 5/2 quando a canadense precisou de atendimento médico fora de quadra para tratar de um desconforto na região da virilha. Ela voltou à quadra com uma proteção na perna direita.

Mesmo com alguma dificuldade na movimentação e encurtando os pontos sempre que possível, Andreescu conseguiu se manter firme no saque durante o terceiro set. A candense esperou por suas oportunidades e aproveitou a chance de quebra que teve quando o placar estava empatado por 4/4, após uma sequência de ótimas devoluções. No game seguinte, confirmou a vitória. Andreescu liderou nos winners por 21 a 18 e cometeu 25 erros contra 35 de Pliskova.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis