Notícias | Copa Davis
Menezes é novidade na equipe brasileira da Davis
09/08/2019 às 18h27

Mineiro fará parte da equipe que enfrenta Barbados em setembro

Foto: Arquivo

Florianópolis (SC) - A primeira convocação de Jaime Oncins como capitão da equipe brasileira da Copa Davis foi divulgada nesta sexta-feira. O grupo de cinco jogadores que enfrentará Barbados nos dias 13 e 14 de setembro, em Criciúma (SC), contará com Marcelo Melo, Bruno Soares, Thiago Monteiro, João Menezes e Thiago Wild.

O confronto, válido pelo Zonal Americano I, será realizado no saibro da Sociedade Recreativa Mampituba. As características da quadra foram uma escolha do capitão brasileiro: saibro, em local no nível do mar e com temperatura amena.

"Nós temos um bom grupo de jogadores, em diferentes níveis de experiência. Temos os atletas com mais experiência, que são os casos do Marcelo e do Bruno, com vários confrontos de Davis. Temos o Thiago Monteiro, que, apesar de ser jovem, já tem bastante experiência no circuito internacional, e também temos o João Menezes, que é um jovem que vem numa ascensão muito grande, coroada com o ouro no Pan", afirmou Oncins.

"Temos também o Thiago Wild, que é um jovem buscando adquirir experiência no circuito internacional e que terá uma excelente oportunidade para trocar informações com todos esses jogadores", acrescentou o novo capitão da equipe brasileira na competição entre países.

Uma das grandes novidades entre os convocados é o mineiro João Menezes, medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos, já sob o comando de Jaime Oncins, e número 212 da ATP. Essa será a primeira vez de Menezes na equipe principal da Davis, embora ele tenha sido convidado para participar dos treinamentos com o grupo em fevereiro, quando o Brasil enfrentou a Bélgica.

"Desde o começo do ano, eu disse que jogar a Davis seria um objetivo meu. Espero representar o país na Davis do mesmo jeito que representei no Pan, com garra, empenho e dando o máximo de mim. Além disso, será ótimo voltar a trabalhar com o Jaime. Mais uma semana de aprendizado com ele é um tempo muito bem aproveitado. Sem o Jaime, não teria vindo a medalha de ouro no Pan", o mineiro de 22 anos.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series