Notícias | Dia a dia
Nadal se torna o maior finalista de Masters 1000
11/08/2019 às 10h15

Montréal (Canadá) - A semana do espanhol Rafael Nadal no Masters 1000 de Montréal está sendo bastante proveitosa. Além de garantir sua vaga na final do torneio, contando com a desistência do francês Gael Monfils nas semifinais, o canhoto de Mallorca vem acumulando marcas durante sua campanha na competição.

Nadal começou se isolando como o recordista de vitórias em Masters 1000, superando a marca do suíço Roger Federer. Ele agora soma 380 triunfos neste nível de torneio e pode conseguir mais um se for campeão neste domingo às 17h (horário de Brasília), quando enfrenta o russo Daniil Medvedev pela decisão do título.

Com a classificação para a final, o espanhol também garantiu mais duas marcas. A primeira foi sua permanência na segunda colocação no ranking da ATP, uma vez que seria ultrapassado por Federer se caísse nas semifinais ou antes. A outra foi o recorde de finais em Masters 1000, que agora é seu com 51 disputas.

Novamente ele deixou para trás o suíço, que soma 50 finais. A disputa acirrada não tem apenas Nadal e Federer, mas também o sérvio Novak Djokovic, que vem logo atrás dos dois com 49. O quarto colocado está bem mais distante, é o norte-americano Andre Agassi com 22, uma a mais do que o britânico Andy Murray, que vem em quinto com 21.

O canhoto de Mallorca poderá também ampliar o recorde de títulos de Masters 1000 se for campeão em Montréal, chegando assim à sua 35ª conquista. Djokovic é o segundo nesta lista com 33 taças e o terceiro é Federer e seus 28 títulos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis