Notícias | Dia a dia
Wimbledon ficou para trás, garante Federer
11/08/2019 às 22h53

Federer defende o vice do ano passado

Foto: ATP

Cincinnati (EUA) - A pergunta mais óbvia sobre Roger Federer é como ele irá reagir após a perda do título em Wimbledon no mês passado. O primeiro teste será na próxima semana, quando ele disputa o Masters de Cincinnati num piso bem rápido, um lugar onde costuma ter muito sucesso.

Federer revelou ao site da ATP que logo após a dura derrota na final de Wimbledon, em que deixou escapar dois match-points diante de Novak Djokovic, saiu de viagem de férias com a família e participou de uma caravana. Depois, descansou na Suíça. E que chega a Cincinnati após apenas algumas leves sessões de treinamento.

Ainda assim, ele admitiu que viu "flashbacks" do vice em Wimbledon quando começou a se preparar para o torneio no começo desta semana. "Lembrei das coisas boas e das ruins, mas isso geralmente some após alguns dias e foi o que aconteceu. Estou pronto para Cincinnati", afirmou ele, que busca o oitavo título na cidade.

O número 3 do ranking diz ter um carinho especial pelo torneio, em que fez as três últimas finais e tem atingido pelo menos as quartas há oito edições seguidas. "É calmo, quieto, pacífico. Temos muitos torneios em cidades grandes, então é muito bom para começar o verão norte-americano. O público que vem aqui é para ver tênis, nada mais".

Federer garante estar em ótima forma e assim não pensa na aposentadoria. "Tenho sido consistente em todos os pisos, não tenho dor nas costas há dois anos e me recuperei muito bem do joelho após 2016. Não sei por quanto tempo continuarei jogando, mas estou muito feliz com o nível de jogo e os resultados".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis