Notícias | Dia a dia
Segredo é trabalhar parte mental, afirma Andreescu
11/08/2019 às 23h51

Andreescu aparecerá como 14ª do ranking nesta segunda-feira e vai se preparar para o US Open

Foto: WTA

Toronto (Canadá) - A canadense Bianca Andreescu ergueu outro grande título numa temporada incrível e aparecerá nesta segunda-feira como top 15 do ranking. Qual o segredo do sucesso ainda aos 19 anos e tão pouco tempo de carreira? Para ela, é a questão emocional. "Medito muito, visualizo as situações. É preciso trabalhar a mente tanto quanto o físico, já que é cérebro que comanda todo o corpo. Se estiver forte de cabeça, então encontrará outros recursos".

E controlar as emoções foi essencial para o triunfo em casa. "Passei uns dias muito agitados", revelou a nova sensação canadense. "Muita gente falando comigo, muitas fotos. Meu nível de confiança agora está muito alto e estou feliz por ter sabido lidar com toda essa presão e a expectativa sobre mim. Estou orgulhosa do que fiz e espero que esta conquista me dê impulso para o US Open".

Andreescu só precisou jogar quatro games neste domingo, já que Serena Williams sentiu as costas e teve de abandonar. A canadense afirma que não teve noção do problema da adversária. "Não vi nada, foi totalmente surpreendente, mas isso acontece. Não deve ter sido fácil para ela se retirar numa final e sei porque já passei por isso, infelizmente. Há momentos em que você precisa escutar seu corpo".

Por esse motivo, Bibi diz que caiu no choro: "Chorei porque ela também estava chorando e sabia como ela se sentia. Lesão é a pior coisa do esporte. Mas Serena foi muito elegante na hora que me cumprimentou, disse que já tinha passado por isso muitas vezes e falou coisas bonitas sobre mim!".

Apesar da pouca idade, Andreescu diz concordar quando Serena afirma que ela parece muito mais experiente. "Vindo dela, isso significa muito para mim. E é verdade, acho que tenho a alma velha. Adoro ler, investigar por minha conta, aprender tudo. Creio que conhecimento é poder e então me divirto com isso. Me esforço para ser cada dia melhor, então veremos onde isso me levará", brincou.

Este foi o segundo grande título de Andreescu, repetindo o sucesso inesperado em Indian Wells. "Obviamente que esta final não foi do jeito que queria ganhar, mas estou muito feliz. Em Indian Wells enfrentei batalhas e saboreei as vitórias. Mas este torneio era em casa e me dediquei demais a ele. Foi dez vezes mais especial. Acredito que meu título motivará outras crianças a jogar tênis no Canadá".

Mais tarde, Andreescu anunciou a desistência do Premier de Cincinnati, que começa nesta segunda-feira, para poupar-se fisicamente para o US Open, que começa dentro de 14 dias.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis