Notícias | Dia a dia
Kyrgios: 'Meus rivais querem demais me derrotar'
13/08/2019 às 10h44

Cincinnati (EUA) - Nick Kyrgios é um dos jogadores que mais chama a atenção no circuito, segundo ele próprio não apenas dos fãs de tênis mas também dos próprios companheiros de circuito. O australiano garantiu sentir que toda vez que entra em quadra seus rivais fazem um esforço extra só para poder derrotá-lo.

“Acho que todos querem me vencer e isso é muito divertido. Gosto que meus rivais usem sempre seus pontos fortes quando vão me enfrentar, colocam tudo o que têm. Vejo isso nos primeiros serviços e nos forehands, tentam ditar o jogo”, afirmou Kyrgios, que nesta segunda-feira estreou com vitória no Masters 1000 de Cincinnati.

“Eles estão emocionados de jogar contra mim”, brincou o australiano, que depois de bater o italiano Lorenzo Sonego, na primeira rodada, terá pela frente o russo Karen Khachanov. “Tentarei me impor em quadra, mas ainda não quero pensar muito nisso. Tenho antes um jogo de duplas com o aniversariante do dia (segunda-feira)”, falou Kyrgios.

O australiano entrará em quadra nesta terça-feira para fazer sua estreia nas duplas. Ele e o grego Stefanos Tsitsipas, com seus recém-completados 20 anos, medirão forças com os cabeças de chave número 1, os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah.

Além de falar sobre seu desempenho em quadra, Kyrgios também comentou sua participação em eventos com os fãs. “Adoro fazer clínicas, ter contato com pessoas em geral e principalmente com as crianças. Tenho feito muitas clínicas com as crianças na Austrália. Não me importa se você é o presidente de uma empresa ou o zelador, vou tratar você da mesma forma”, encerrou o atual 27 do mundo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis