Notícias | Dia a dia
Tsitsipas se cobra evolução para superar o Big 3
13/08/2019 às 12h29

Cincinnati (EUA) - Aniversariante da última segunda-feira, quando completou 20 anos, o grego Stefanos Tsitsipas é o mais novo de todo o top 20 e um dos principais nomes da nova geração. Cotado para ser uma das estrelas do futuro no circuito, ele sabe que precisa evoluir ainda mais se quiser acabar com o domínio do ‘Big 3’ na ATP.

“Eles têm dominado o tênis por anos e preciso dar um passo a mais para poder superá-los, para alcançar o nível que eles mostram. Até o momento eu não consegui chegar lá e este é meu grande desafio”, comentou Tsitsipas, destacando a supremacia do suíço Roger Federer, do espanhol Rafael Nadal e do sérvio Novak Djokovic sobre os demais no circuito.

O grego perdeu duas colocações no ranking desta semana por não ter defendido os pontos do vice-campeonato do Masters 1000 canadense. Atual número 7 do mundo, ele terá a chance de se recuperar agora no Masters 1000 de Cincinnati, onde figura como quinto pré-classificado, com estreia marcada contra o alemão Jan-Lennard Struff.

“Está sendo uma montanha russa, cheia de altos e baixos, mas estou feliz de ter superado essas dificuldades para chegar até aqui. Não foi fácil, mas agora estou em um bom momento e ansioso por buscar novas conquistas”, observou Tsitsipas, que nesta temporada conquistou os títulos de Marselha e Estoril.

Questionado sobre o retorno de Andy Murray ao circuito em simples, Tsitsipas não escondeu a felicidade por ver o britânico novamente em quadra. “É fantástico voltar a vê-lo. Lembro de sua partida no Australian Open contra Roberto Bautista e fiquei triste quando vi sua entrevista. Agora fico feliz por ele poder jogar novamente”.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis