Notícias | Dia a dia
Kvitova sente a falta de ritmo e cai ainda na estreia
13/08/2019 às 23h41

Kvitova estava sem jogar desde Wimbledon e cometeu 53 erros

Foto: Divulgação

Cincinnati (EUA) - Depois de não ter atuado em Toronto, por conta de lesão no antebraço esquerdo, Petra Kvitova foi eliminada ainda na estreia do WTA Premier de Cincinnati. A número 6 do mundo perdeu uma partida de três sets e 2h08 para a grega Maria Sakkari por 6/4, 2/6 e 6/3. Foi o terceiro duelo entre elas este ano e a segunda vitória de Sakkari.

Dona de dois títulos na temporada, em Sydney e Stuttgart, e finalista no Australian Open e em Dubai, Kvitova começou a sofrer com as dores no antebraço ainda durante a temporada de saibro e sequer disputou Roland Garros. Ela ficou mais de um mês sem jogar, entre o meados de maio em Roma e o início de julho em Wimbledon, quando havia feito seu último torneio antes de Cincinnati.

Com a evidente falta de ritmo, a tcheca cometeu 53 erros não-forçados na partida, contra 27 de Sakkari. Ela também cometeu nove duplas-faltas nesta terça-feira. A tcheca de 29 anos até liderou a contagem de winners, por 25 a 11.

Já Sakkari, jovem de 24 anos e 33ª colocada no ranking, comemora a sexta vitória contra top 10 na carreira e já está nas oitavas em Cincinnati. Ela agora pode enfrentar a bielorrusa Aryna Sabalenka ou a chinesa Saisai Zheng.

Alto número de erros custou caro à tcheca
Kvitova foi a primeira a quebrar na partida e chegou a liderar o set inicial por 4/2. No entanto, a falta de ritmo prejudicou demais o desempenho da tcheca no começo do jogo. Foram 22 erros não-forçados para ela durante o primeiro set, o que possibilitou a Sakkari reagir no placar. A grega devolveu a quebra no oitavo game, pouco antes de o jogo ser suspenso por chuva. Na volta, após quase uma hora de interrupção, Sakkari confirmou o saque e se aproveitou de novos erros de Kvitova para vencer o primeiro set.

Com o tempo, Kvitova passou a ser mais consistente do fundo de quadra e conseguiu ter mais controle das ações no segundo set. A canhota tcheca reduziu seu número de erros para apenas dez e, por ser mais agressiva em quadra, fez 8 a 2 em winners. Além disso, ela sequer enfrentou break points na parcial e conseguiu duas novas quebras para empatar o jogo.

O terceiro set foi marcado pelo equilíbrio. Kvitova pressionava constantemente o saque de Sakkari e fazia a grega enfrentar games longos no serviço, mas aproveitou poucas chances de abrir vantagem. A tcheca até conseguiu uma quebra, mas cedeu o empate logo na sequência. As oportunidades perdidas comprometiam demais a situação de Kvitova, que não repetia o mesmo desempenho no saque da parcial anterior e acabou tendo o serviço quebrado em um game com três duplas-faltas. Depois disso, restou a Sakkari sacar bem e fechar o jogo.

Kasatkina vence e encara Keys
Em outra partida na noite desta terça-feira, a russa Daria Kasatkina precisou de sete match points para vencer a tcheca Barbora Strycova por 6/4 e 7/6 (11-9). Kasatkina começou 2019 no top 10, mas não faz uma boa temporada e aparece atualmente apenas na 41ª posição do ranking mundial. A russa de 22 anos agora enfrenta a norte-americana Madison Keys, 18ª colocada, para quem perdeu os quatro duelos anteriores.

Quem também avançou foi a norte-americana Sofia Kenin, semifinalista em Toronto na semana passada. A jovem de 20 anos e 22ª do ranking marcou 6/4 e 7/6 (8-6) contra a alemã Julia Goerges, 28ª colocada. Sua próxima rival virá do jogo entre a lucky-loser norte-americana Jessica Pegula e a cazaque vinda do quali Zarina Diyas.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis