Notícias | Dia a dia
De volta à liderança, Osaka estreia bem em Cincy
14/08/2019 às 19h46

Japonesa teve altos e baixos, mas superou Sasnovich e vai enfrentar a veterana Hsieh nas oitavas

Foto: Divulgação

Cincinnati (EUA) - Em seu primeiro jogo desde que voltou à liderança do ranking mundial, Naomi Osaka passou por altos baixos, mas conseguiu vencer sua partida de estreia no WTA Premier de Cincinnati. A japonesa superou a bielorrussa Aliaksandra Sasnovich, 47ª colocada, por 7/6 (7-3), 2/6 e 6/2 em 2h02 de jogo.

Esta é a primeira vez que Osaka vence um jogo em Cincinnati. Ela havia perdido ainda no quali em 2016 e caído na rodada de estreia da edição passada do torneio. A japonesa de 21 anos enfrenta nas oitavas de final a taiwanesa Su-Wei Hsieh, que derrotou a norte-americana Jennifer Brady por 7/6 (11-9) e 6/3. Osaka lidera o histórico por 3 a 1 contra a veterana de 33 anos e 30º colocada.

Apesar de retomado o primeiro lugar do ranking na última segunda-feira, ainda tem a posição ameaçada pelas ex-líderes do ranking Karolina Pliskova e Ashleigh Barty. O torneio de Cincinnati oferece 900 pontos no ranking e as três primeiras colocadas estão separadas por apenas 232 pontos.

O equilibrado primeiro set teve duas quebras para cada lado. Osaka esteve por duas vezes em vantagem e chegou a liderar o placar por 5/3, mas não aproveitou a chance de sacar para o set. No entanto, a japonesa foi muito paciente na construção dos pontos durante o tiebreak e levou a melhor em ralis longos que foram decisivos. Ela fez 11 a 8 em winners e cometeu 15 erros contra 12 da rival.

No segundo set, Sasnovich foi muito firme do fundo de quadra e cometeu apenas quatro erros não-forçados. Além disso, a bielorrussa também teve bom desempenho no saque, ao ceder somente seis pontos nos games de serviço. Por sua vez, Osaka só venceu 11 dos 20 pontos jogados com o próprio saque e permitiu duas quebras. A japonesa cometeu dez erros e viu a rival liderar nos winners por 7 a 4.

A parcial decisiva já começou com amplo domínio para Osaka, que abriu 3/0. Sasnovich ainda pediu atendimento para tratar de dores no joelho esquerdo e ofereceu pouca resistência na reta final da partida. A japonesa só perdeu três pontos no saque no último set e ainda conseguiu mais uma quebra no fim do jogo. Osaka liderou a contagem de winners do jogo por 24 a 22 e terminou o jogo com 29 erros, três a mais que sua adversária.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis