Notícias | Dia a dia
Wild derruba favorito e faz quartas em Cordenons
15/08/2019 às 18h37

Wild conseguiu uma grande vitória sobre o cabeça 2 Andrej Martin, 136º colocado no ranking

Foto: Divulgação

Cordenons (Itália) - A semana de bons resultados de jogadores brasileiros no challenger italiano de Cordenons continuou nesta quinta-feira com uma grande vitória de Thiago Wild. O jovem paranaense de 19 anos e 373º do ranking surpreendeu o eslovaco Andrej Martin, 136º colocado e cabeça 2 do torneio, por duplo 6/2 para chegar às quartas de final do torneio.

Esta é a primeira vez na temporada que Wild faz quartas em um torneio de nível challenger. Em sua carreira profissional ele só havia conseguido esse resultado no saibro de Campinas, em outubro do ano passado. Ele também consegue sua quarta vitória contra adversários no top 200. Das 15 vitórias em nível challenger na carreira de Wild, doze foram conquistadas neste ano.

Wild alcançou o melhor ranking da carreira em julho, quando ocupou o 342º lugar. Atualmente, ele aparece na 373ª posição. A campanha até as quartas de final rende 17 pontos na ATP ao paranaense, que defende apenas um ponto nesta semana. Com isso, ele deve saltar em torno de trinta posições e se aproximar de seu recorde pessoal.

O próximo jogo de Wild em Cordenons será contra o húngaro Zsombor Piros, jogador de 19 anos e 448º colocado, em confronto inédito no circuito. Em caso de vitória, o jovem jogador brasileiro alcançará sua primeira semifinal de challenger, fará 33 pontos no ranking e irá se aproximar do top 300 no ranking mundial. A partida acontecerá às 11h (de Brasília) desta sexta-feira.

Ao longo do rápido duelo de 1h07 desta quinta-feira, Wild disparou cinco aces, conquistou quatro quebras e sequer enfrentou break points. O paranaense cedeu somente onze pontos em seus games de saque, sendo oito no set inicial e mais cinco na parcial seguinte. Quando colocou o primeiro serviço em quadra, Wild teve aproveitamento de 83% ao vencer 24 pontos em 29 possíveis.

Torneio teve quatro brasileiros
O torneio no saibro italiano contou com quatro brasileiros, sendo que Wild é o único representante nacional nas quartas. Orlando Luz chegou a vencer dois jogos, um deles sobre o cabeça 9 Dmitry Popko, mas caiu nas oitavas para o argentino Andrea Collarini. Guilherme Clezar parou na segunda rodada para o principal favorito Paolo Lorenzi em duelo de 3h, enquanto Felipe Meligeni Alves caiu ainda na rodada de estreia.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis