Notícias | Dia a dia
Apesar da derrota, Federer vai confiante para NY
15/08/2019 às 23h48

Suíço foi surpreendido pelo russo Andrey Rublev nas oitavas em Cincinnati

Foto: Divulgação

Cincinnati (EUA) - Eliminado precocemente nas oitavas de final do Masters 1000 de Cincinnati, Roger Federer já pensa no US Open. O número 3 do mundo acredita que a surpreendente derrota para Andrey Rublev não abala sua confiança para o Grand Slam norte-americano, que começa em nove dias.

"É importante para mim saber que estou livre de lesões e que estou me sentindo bem. Independentemente do resultado desta semana, estou feliz por ter vindo jogar aqui ”, disse Federer após perder para Rublev por 6/3 e 6/4 nesta quinta-feira.

"Eu tive boas sessões de treino e trabalhei muito duro para chegar aqui em Cincinnati durante aquela mini pré-temporada que tivemos depois Wimbledon. Posso ter alguns dias de folga e treinar especificamente no que eu preciso fazer no US Open. É bastante simples, mas tenho que trabalhar muito", acrescenta o suíço, que tem cinco títulos no Grand Slam norte-americano, mas não vence o torneio desde 2008.

Sete vezes campeão em Cincinnati, Federer foi finalista em suas últimas três participações em Cincinnati, com títulos em 2014 e 2015 e vice no ano passado. O suíço não perdia antes da decisão desde 2013, quando foi superado por Rafael Nadal nas oitavas. Já a última derrota nas oitavas havia acontecido em 2008 para Ivo Karlovic.

Federer fez questão de destacar a grande atuação de Rublev, que fez 17 winners e apenas seis erros não-forçados. "Ele estava jogando super bem, na defesa, no ataque e também no saque. Ele não me deu nada de graça e teve um grande volume de jogo. Foi difícil para mim, mas um excelente jogo por ele. Fiquei impressionado".

O veterano de 38 anos avalia que enfrentar um adversário pela primeira vez dificultou seu plano tático para a partida. "Se eu jogar contra o Rafael Nadal ou Novak Djokovic, eu sei mais ou menos o que eles farão ou poderão fazer. É diferente de enfrentar um jogador pela primeira vez. Talvez ele tenha uma pequena vantagem sobre nós, mas independentemente disso, você ainda tem que acertar as linhas, ser agressivo e seguir em frente. Ele fez exatamente isso. Ele foi realmente perfeito hoje. Foi um ótimo desempenho."

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis