Notícias | Dia a dia
'Maior e mais emocionante vitória', celebra Rublev
16/08/2019 às 10h45

Cincinnati (EUA) - Responsável pela eliminação do suíço Roger Federer nas oitavas de final do Masters 1000 de Cincinnati, com uma vitória maiúscula sobre o ex-número 1 do mundo, o russo Andrey Rublev comemorou demais o resultado da partida, principalmente por ter derrotado um rival tão gabaritado.

“É minha maior e mais emocionante vitória. Ele é um verdadeiro campeão e uma lenda, não consigo imaginar a pressão que ele sofre diariamente. Quando você é Roger, todos estão te vendo, você precisa se provar dia após dia e ele tem feito isso por sei lá quantos anos. É incrível”, observou o tenista de 21 anos.

Rublev ainda lembrou do nervosismo no momento em que estava prestes a fechar a partida. “Você começa a tremer em outro nível. Na minha cabeça eu estava apenas tentando dizer 'não olhe para o meu time, não olhe para o placar, não olhe para o Roger'. Apenas tentei estar mais relaxado possível e no final funcionou”.

Vindo do qualificatório, o atual 70 do mundo voltará ao top 50 com sua campanha em Cincy. “No primeiro jogo, tive a sorte de Bernard Tomic desistir. Então eu venci Mikhail Kukushkin e Nikoloz Basilashvili”, começou o russo, que superou Tomic e Kukushkin pelo quali e Basilashvili na primeira rodada na chave principal.

“Kukushkin tinha me vencido três vezes; já para Basilashvili perdi duas vezes este ano. Depois disso venci duas lendas como Stan Wawrinka e Roger. É incrível”, disse Rublev, que agora medirá forças com o embalado compatriota Daniil Medvedev, vindo dos vice-campeonatos no ATP 500 de Washington e no Masters 1000 de Montréal.

“Somos bons amigos e nos conhecemos muito bem desde crianças. Vai ser uma partida interessante, ele é agora o número 1 russo, então não tenho pressão. A última vez que nos enfrentamos foi três ou quatro anos atrás e ele me derrotou facilmente. Então amanhã será toda a pressão sobre ele”, comentou Rublev.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis