Notícias | Dia a dia
Goffin elimina Gasquet e disputa 1ª final de Masters
17/08/2019 às 15h40

Goffin tenta encerrar jejum de títulos no circuito. Ele espera por Djokovic ou Medvedev

Foto: Divulgação

Cincinnati (EUA) - Pela primeira vez em sua carreira profissional, David Goffin disputará uma final de Masters 1000. O experiente belga de 28 anos levou a melhor na semifinal contra o francês Richard Gasquet e marcou as parciais de 6/3 e 6/4 em rápida partida de 1h15 neste sábado.

Vencedor de quatro torneios da ATP em sua carreira, Goffin disputará sua 13ª final no circuito. Embora nunca tenha chegado tão longe em um Masters 1000, ele até já alcançou uma final ainda mais expressiva. Em 2017, o belga foi vice-campeão do ATP Finals, em Londres.

Goffin também tenta colocar fim ao jejum de títulos que vem desde outubro de 2017, quando foi campeão em Tóquio. Desde então, ele disputou outras duas finais no circuito, a mais recente este ano na grama de Halle.

Ex-número 7 do mundo e atual 19º colocado, Goffin está fazendo 600 pontos no ranking com a campanha em Cincinnati. Ele foi semifinalista no ano passado e tem 360 a defender. Dessa forma, está ganhando quatro posições e pode saltar para o 12º lugar em caso de título.

O adversário de Goffin na final de domingo virá da partida entre Novak Djokovic e Daniil Medvedev. O belga venceu apenas uma vez em sete jogos contra o sérvio, líder do ranking mundial, e tem uma vitória e uma derrota contra o russo, atual oitavo colocado. Ele também busca sua 16ª vitória contra top 10.

Durante a rápida semifinal deste sábado, Goffin liderou a contagem de winners por 27 a 15 e cometeu 14 erros não-forçados contra 23 de Gasquet. Foram três quebras a favor do belga contra apenas uma para o francês. No primeiro set, Goffin cedeu apenas quatro pontos em seus games de serviço e aproveitou um dos dois break points que teve ainda no começo. Gasquet abriu o segundo fazendo 2/0, mas cedeu o empate logo depois. Já no sétimo game, o belga sustentou longos ralis para conseguir uma nova quebra e confirmou seus últimos dois games de serviço de zero.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis