Notícias | Dia a dia
Para Djoko, segundo saque de Medvedev foi decisivo
18/08/2019 às 09h41

Sérvio acredita que o algoz chegará rapidamente ao grupo dos cinco melhores do mundo

Foto: Divulgação

Cincinnati (EUA) - Superado na semifinal do Masters 1000 de Cincinnati, Novak Djokovic fez questão de reconhecer a grande partida e a ótima fase de Daniil Medvedev, russo de 23 anos e número 8 do mundo, que venceu 13 dos últimos 15 jogos e alcançou sua terceira final seguida no circuito. O sérvio acredita que o ótimo desempenho do rival com o segundo saque também fez a diferença.

"Acho que eu fiz uma boa partida", disse Djokovic, após a derrota por 3/6, 6/3 e 6/3. "Talvez no terceiro set, quando eu tive o saque quebrado no 1/1 eu poderia ter feito um pouco melhor, mas quando alguém dispara um segundo saque de 205 km/h, não faz muitas duplas-faltas e é agressivo, você só tem que tirar o chapéu e parabenizá-lo".

"Ele jogou tênis incrível a partir do 4/3 no segundo set. Não havia muito que eu poderia realmente fazer. Tentei devolver o saque dele, mas você não pode prever ou se preparar para alguém que tenha um segundo saque tão consistente. Ele certamente tem muita confiança. Quando isso acontece, você se permite tentar este tipo de jogada. Eu o parabenizo. Ele mereceu vencer a partida", acrescentou o sérvio, que já havia perdido para o russo este ano, em Monte Carlo.

"Ele está chegando ao top 5 e é um dos melhores jogadores do mundo. Ele certamente melhorou desde o Australian Open este ano. Seu forehand é melhor, sua movimentação é melhor. E o saque dele sempre foi muito bom", avaliou o líder do ranking mundial" sobre o russo que poderá debutar no top 5 já na próxima segunda-feira, caso conquiste o título em Cincinnati. O russo encara o belga David Goffin na final.

"Teve um momento da partida que era como se ele tivesse dois primeiros saques e ele continuou assim até o final. Antes disso, quando eu tive as minhas chances no segundo saque dele, eu estava indo muito bem. Mas certamente há uma evolução em seu jogo. Ele está indo na direção certa e é por isso que ele está indo tão bem", complementou o sérvio.

Djokovic agora terá uma semana de preparação para o US Open. Ele é o atual campeão do Grand Slam norte-americano e se sente pronto para lutar pelo quarto título em Nova York e o 17º Slam. "Eu vejo principalmente pontos positivos no meu jogo. Hoje perdi uma partida, mas não fiz muita coisa errada".

"Eu perdi para um jogador que estava jogando um tênis incrível, então eu vou seguir em frente e ter uma boa semana de treinos em Nova York", comenta o sérvio. "Então, claro, vou me preparar para o US Open. Adoro jogar nessas condições. Vou lutar por um título como todo mundo faz e acredito que terei minhas chances".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis