Notícias | Dia a dia
Chileno é suspenso por manipulação de resultados
20/08/2019 às 11h47

Santiago (Chile) - Mais caso de suspensão por manipulação de resultados atingiu o circuito profissional. O punido da vez foi o chileno Juan Carlos Sáez, que não quis cooperar com as investigações e acabou levando um gancho exemplar.

O tenista de 28 anos e atual 1082 do mundo foi suspenso por oito anos e ainda levou uma multa no valor de US$ 12.500. Ele não cooperou com as investigações da Unidade de Integridade no Tênis (TIU) e se recusou a entregar o telefone celular para averiguação.

“Quando entrevistado pela TIU, tentando conectar os alertas de apostas com suas partidas, o tenista se recusou a fornecer o telefone celular para análise da perícia. Separadamente, ele admitiu ter recebido contato para corromper resultados em futures no Chile sem reportá-los depois às autoridades, conforme indicam as regras anticorrupção”, disse o comunicado da TIU.

Sáez não jogava desde o fim de novembro do ano passado e seu último torneio foi um future em Santiago, onde caiu na estreia. O chileno tem apenas 13 vitórias em nível challenger na carreira, sem título algum. Suas nove conquistas foram em futures, somando 241 vitórias e 164 derrotas.

"O caso fui julgado por um triubunal independente comandando pelo professor Richard H. McLaren, que estipulou pena e multa aplicadas ao jogador. A suspensão passa a contar a partir do dia 19 de agosto de 2019", explica o comunicado.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis