Notícias | Dia a dia | US Open
Thiem chega para o US Open sem muita confiança
23/08/2019 às 11h57

Nova York (EUA) - Embora seja o atual número 4 do mundo, o austríaco Dominic Thiem chega para a disputa do US Open sem grande confiança de que possa ir bem no torneio. Quadrifinalista na temporada passada, ele teve sua preparação atrapalhada por uma gripe, não disputou o Masters 1000 de Cincinnati e por isso acredita que pode não ir muito longe na chave.

“Neste momento eu não me imagino chegando às quartas de final, muito menos até as semifinais. Quero ir pensando rodada por rodada, olhar demais para frente seria presunçoso. Nos próximos dias vou manter meus treinamentos no mínimo necessário para chegar bem para a estreia na segunda-feira”, declarou o austríaco de 25 anos em entrevista ao Sky Sports.

Thiem acumula 31 vitórias e 12 derrotas neste ano, no qual venceu seu primeiro Masters 1000, triunfando no piso duro de Indian Wells. Além disso, ele levantou taças no saibro de Barcelona e Kitzbuhel. Sua preparação para o US Open teve apenas um torneio em piso duro, indo até as quartas de final no Masters 1000 de Montréal.

Sobre a estreia em Flushing Meadows, o austríaco reconheceu que escapou de oponentes mais complicados. “Sem dúvida havia rivais mais duros que Thomas Fabbiano na primeira rodada, mas depois de passar por essa doença viral, não espero milagres”, disse Thiem, que enfrentará o italiano de 30 anos e atual 87 do mundo pela primeira vez no circuito.

Comentários