Notícias | Dia a dia | US Open
Rival da estreia de Nadal crê que possa vencer
26/08/2019 às 12h59

Nova York (EUA) - Primeiro oponente na caminhada do espanhol Rafael Nadal neste US Open, o australiano John Millman não se amedronta com o peso do adversário e afirma que irá para a partida pensando na vitória. Seu desempenho no ano passado em Flushing Meadows lhe serve de inspiração, já que bateu o suíço Roger Federer nas oitavas de 2018.

“Vai ser uma partida muito complicada contra um tenista que tem resultados expressivos nos grandes torneios, mas no tênis tudo pode acontecer. Independente do rival, todo jogo começa 0/0 e a partir de então qualquer coisa pode acontecer. A chave é não se impressionar com quem está do outro lado e dar o seu melhor”, afirmou o australiano.

O duelo com Nadal será o segundo da carreira de Millman, que já foi superado pelo espanhol na primeira rodada de Wimbledon, dois anos atrás. Ele tem apenas uma vitória em 15 jogos contra top 10, justamente a do ano passado sobre Federer.

“Provavelmente tive a sorte de tê-lo enfrentado muito tempo atrás, em Brisbane, onde a pressão estava comigo porque era o jogador da casa. Em Flushing Meadows a coisa era diferente e a pressão era dele. Joguei sem medo, com a mentalidade de que tinha mais a ganhar que a perder e a estratégia funcionou perfeitamente”, disse Millman.

Depois de superar o suíço, o australiano caiu na rodada seguinte diante do sérvio Novak Djokovic. “Criou-se muita expectativa ao meu redor e muitos pensavam que poderia surpreender novamente, mas não consegui. Djokovic fez um grande jogo e me deu muito trabalho. Foi uma pena ser eliminado, pois esperava fazer um bom papel. Quando você chega tão longe em um torneio assim pensa que pode ser a surpresa e quem sabe ganhar o evento”, finalizou.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series