Notícias | Dia a dia | US Open
Federer supera início ruim e vence em quatro sets
27/08/2019 às 00h47

Federer marcou sua 40ª vitória na temporada e agora enfrenta o bósnio Damir Dzumhur

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - A participação de Roger Federer no US Open começou com uma vitória em quatro sets. Pentacampeão do Grand Slam norte-americano entre 2004 e 2008 e vice em outras duas oportunidades, o suíço perdeu o primeiro set para o indiano Sumit Nagal, jovem de 22 anos e 190º do ranking, mas buscou a virada contra o rival vindo do qualificatório com parciais de 4/6, 6/1, 6/2 e 6/4 em 2h30 de partida.

Apesar do susto no começo da partida desta segunda-feira, Federer segue sem perder em estreias de US Open. Esta é sua 19ª participação no torneio. O veterano de 38 anos não perde na primeira fase de um Grand Slam desde 2003 em Roland Garros.

Federer enfrenta na segunda rodada o bósnio Damir Dzumhur, jogador de 27 anos e 99º do ranking, que derrotou o francês vindo do quali Elliot Benchetrit por 4/6, 6/2, 6/3 e 6/0. O suíço venceu os dois duelos anteriores que fez contra Dzumhur, para quem nunca perdeu nenhum set.

Esta foi a 40ª vitória de Federer na temporada. O suíço tem como principais feitos em 2019 os títulos em Halle, Miami e Dubai, além do vice-campeonato em Wimbledon e a semifinal de Roland Garros. Ele vinha de uma eliminação nas oitavas em Cincinnati. Matematicamente classificado para o ATP Finals, o atual número 3 do mundo disputa a segunda posição do ranking contra Rafael Nadal.

Já o jovem indiano Nagal comemora sua primeira participação em uma chave principal de Grand Slam. O indiano de 22 anos está com o melhor ranking da carreira e foi algoz do brasileiro João Menezes na rodada final do qualificatório do US Open.

No início da partida Federer foi muito agressivo, arriscou nas subidas à rede e conseguiu uma quebra precoce. Mas o indiano conseguiu reagir rapidamente, encaixando boas devoluções e contando com erros do suíço, que se apressava para definir os pontos. Com dificuldades para atacar o saque do adversário e bastante irregular, tanto no serviço quanto do fundo de quadra, Federer não teria novos break points até o fim do set e voltaria a perder o saque logo depois. Sacando para o set, Nagal não se intimidou e fechou a parcial. As estatísticas mostravam apenas três winners para o indiano contra dez do suíço, mas Federer cometeu 19 erros não-forçados, dez a mais que o jovem rival, e colocou apenas 48% de primeiros serviços em quadra.

Mas não demorou muito para que Federer assumisse o controle das ações. O suíço conseguiu uma quebra logo na abertura do segundo set, contando com duas duplas-faltas do indiano. Reduzindo o número de erros, Federer voltou a quebrar e abriu 5/0 no placar, mas demorou para fechar a parcial, precisando de sete set points e evitando a quebra em duas oportunidades. O terceiro set começou com uma natural queda de intensidade do indiano. Federer fez sua melhor parcial no jogo, já que não enfrentou break points e cedeu apenas quatro pontos em seus games de serviço, além de não permitir que o rival fizesse um winner sequer.

O quarto set teve mais altos e baixos. Assim como em todos os outros sets, Federer começou vencendo por 2/0, mas os dois games iniciais foram muito longos. Nagal, então, confirmou o serviço de zero antes de devolver a quebra na sequência. Mas o pentacampeão acabou com as chances de reação do indiano ao voltar a quebrar no quinto game. O suíço vinha muito firme nos games de serviço, mas voltaria a ser ameaçado quando sacava para o jogo. Federer enfrentou três break points e conseguiu se salvar, ora com ótimos saques, ora contando com os erros do adversário, antes de definir a partida com um ace. Federer fez 12 a 0 em aces, liderou a contagem de winners por 61 a 17 e cometeu 57 erros contra 32 de Nagal.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series