Notícias | Dia a dia | US Open
Após queda, Sharapova confia em volta por cima
27/08/2019 às 14h22

Nova York (EUA) - A amarga derrota sofrida na estreia do US Open, vencendo apenas dois games contra a norte-americana Serena Williams, não abalou confiança da russa Maria Sharapova em si mesma. Embora reconheça o mau momento, ela acredita que possa superá-lo e assim dar a volta por cima no futuro.

“Sei que as pessoas podem querer me descartar porque levei um duplo 6/1 na primeira rodada do US Open, mas não é o que eu penso de mim mesma”, comentou a ex-número 1 do mundo e atual 87ª do ranking, que antes de iniciar sua campanha em Flushing Meadows disputou apenas sete torneios em toda a temporada.

“Não consegui competir muito nesta temporada, fiz poucos torneios porque meu ombro não deixou. O esporte de alto nível é orientado pelo resultado, mas há histórias por trás deles. Há fases pelas quais você precisa passar e esse é um capítulo importante em minha carreira. Não é um caminho fácil, venho trabalhando faz quatro meses para poder jogar o US Open” disse a russa.

“Seria fácil desanimar agora, mas amanhã preciso me levantar e seguir em frente. Duro será o dia em que não quiser mais treinar ou trabalhar para melhorar. Ainda estou motivada”, complementou Sharapova, que desistiu na estreia em Wimbledon e desde então venceu apenas um jogo, passou pela estreia em Cincinnati e caiu na primeira rodada em Toronto.

Ao analisar a partida da última segunda-feira, ela destacou o desempenho da algoz. “Serena sacou muito bem o tempo todo e estava afiada nas passadas e acertando as bolas nas linhas. Em momento algum consegui emparelhar o confronto. Tivemos poucos pontos mais longos e ela venceu a maioria em duas bolas. Enfrentar uma adversária deste nível logo na primeira rodada de um Grand Slam é um golpe duro, principalmente quando você vem sem conseguir jogar muito”, observou Sharapova.

Comentários