Notícias | Dia a dia | US Open
Atual campeã, Osaka luta muito e supera a estreia
27/08/2019 às 15h56

Osaka precisou de 2h27 para superar a estreia no US Open. Ela encara a embalada Linette na próxima fase

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - De volta ao palco da conquista de seu primeiro Grand Slam, Naomi Osaka iniciou a defesa do título no US Open com uma difícil vitória em três sets. A número 1 do mundo precisou de 2h27 para vencer a russa Anna Blinkova, 84ª do ranking, por 6/4, 6/7 (5-7) e 6/2. A japonesa de 21 anos agora enfrenta a polonesa Magda Linette, 53ª colocada e campeã do WTA do Bronx na última semana. Linette bateu a australiana Astra Sharma por 6/3 e 6/4.

Líder do ranking mundial, Osaka tem a missão de defender 2 mil pontos no ranking. Até por isso, ela só conseguirá manter a primeira posição se for campeã em Nova York e contar com eliminações  de Ashleigh Barty antes das quartas e de Karolina Pliskova antes da semifinal. As número 2 e 3 do mundo estão do outro lado da chave em Nova York. Lembrando que Simona Halep também tem chances de voltar à liderança.

Este também foi o primeiro jogo que Osaka disputou depois de ter lesionado o joelho esquerdo em jogo válido pelas quartas de final do WTA Premier de Cincinnati há menos de duas semanas. Até por isso, ela precisou atuar com uma proteção no joelho desde o começo da partida.

Osaka não teve um bom começo de partida. A japonesa vinha cometendo muitos erros não-forçados e sofreu uma quebra precoce, permitindo que Blinkova abrisse 3/0 e chegasse a liderar por 4/1. Com o tempo, a número 1 do mundo foi encontrando melhor ritmo, reduziu o número de erros e passou a dominar as ações do fundo de quadra. Dessa forma, conseguiu uma incrível reação no primeiro set, vencendo cinco games seguidos. Dos 14 erros cometidos por Osaka no set inicial, onze aconteceram nos primeiros cinco games e apenas três na reta final do set.

O segundo set foi marcado pelo equilíbrio e as sacadoras conseguiram resistir por dez games, embora as chances de quebra fossem frequentes para ambos os lados. Osaka chegu a salvar três set points quando perdia por 5/4 e ganhou confiança para quebrar o serviço da adversária no game seguinte. Sacando para o jogo, a número 1 do mundo teve um match point, mas não o aproveitou. Blinkova devolveu a quebra e venceu um tiebreak equilibrado para forçar o terceiro set.

Logo no início do terceiro set, Osaka salvou dois break points e ganhou confiança. A japonesa conseguiu uma quebra na sequência e chegou a vencer quatro games seguidos para abrir 4/1. Depois disso, não teve mais o serviço ameaçado e ainda voltou a quebrar o saque da adversária para vencer o jogo. Osaka terminou o jogo com oito aces, liderou a contagem de winners por 43 a 15 e cometeu 50 erros contra 22 da rival.

Bertens e Andreescu também avançam
Campeã do Premier de Toronto e número 15 do mundo, Bianca Andreescu estreou no US Open vencendo a convidada local de 17 anos Katie Volynets, apenas 413ª colocada no ranking da WTA, por 6/2 e 6/4. A canadense de 19 anos agora espera pela vencedora entre a russa Svetlana Kuznetsova e a norte-americana Kristie Ahn.

Quem também avançou foi Kiki Bertens. Sétima no ranking mundial, a holandesa marcou 6/4 e 6/2 contra a espanhola Paula Badosa, 91ª colocada. Ela agora espera o jogo entre a francesa Pauline Parmentier e a russa Anastasia Pavlyuchenkova.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series