Notícias | Dia a dia | US Open
Nadal domina e marca tranquila vitória na estreia
27/08/2019 às 22h26

Nadal não sofreu nenhuma quebra de serviço na partida desta terça-feira

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Tricampeão do US Open, Rafael Nadal iniciou em grande estilo sua 15ª participação no Grand Slam nova-iorquino. O número 2 do mundo dominou as ações contra o australiano John Millman, 60º do ranking, e marcou as tranquilas parciais de 6/3, 6/2 e 6/2 em 2h07 de partida.

Além dos três títulos no US Open, conquistados em 2010, 2013 e 2017, Nadal ainda foi vice-campeão em 2011 e disputou outras três semifinais, a última no ano passado. O espanhol de 33 anos e ex-líder do ranking ainda não tem chances de alcançar o atual número 1 Novak Djokovic e disputa com Roger Federer a segunda posição do ranking.

Nadal enfrentará mais um australiano no torneio. Seu próximo adversário é o convidado Thanasi Kokkinakis, jovem de 23 anos e 203º do ranking, que derrotou o bielorrusso Ilya Ivashka por 6/3, 7/6 (10-8), 6/7 (4-7) e 6/2. O espanhol venceu o único duelo anterior contra Kokkinakis, disputado ainda em 2014 em Melbourne. O australiano, que já foi 69º do ranking, tem um histórico de lesões no ombro e também no músculo do peitoral.

A vitória desta terça-feira foi a 42ª de Nadal na temporada e a sexta seguida no circuito. O espanhol foi campeão do Masters 1000 de Montréal no início de agosto e não jogou em Cincinnati. Este ano, ele também foi campeão no saibro de Roma e em Roland Garros, além de ter sido finalista no Australian Open e semifinalista na grama de Wimbledon.

Superado por Nadal nesta terça-feira, Millman está com 30 anos e teve uma ótima campanha no US Open de 2018. Na temporada passada, o australiano surpreendeu o pentacampeão Roger Federer e chegou às quartas de final. Como precisava defender 360 pontos em Nova York, ele pode perder em torno de trinta posições, mas deve se manter no top 100. O melhor ranking de sua carreira foi o 33º lugar.

Nadal não sofreu quebras na partida e enfrentou apenas três break points, um deles ainda no game de abertura da partida. O espanhol venceu 80% dos pontos jogados com seu primeiro serviço, liderou a estatística de winners por 21 a 17 e cometeu 31 erros não-forçados contra 22 do australiano de 30 anos.

Mesmo encarando algumas boas devoluções do australiano e evitando a quebra logo no início, Nadal confirmou seu amplo favoritismo. O estilo de jogo de Millman, sem um saque tão potente, aposta na solidez do fundo de quadra e no contragolpe. O set inicial teve apenas uma quebra, conquistada pelo espanhol ainda no quarto game. A preocupação maior foi com uma advertência por estourar o tempo para sacar. O espanhol argumentou que esperava o barulho intenso do estádio amenizar.

No segundo set foram duas novas quebras para Nadal, que buscava iniciar os pontos com bolas profundas e utilizar o forehand de forma agressiva para desequilibrar Millman e manter o rival apenas na defensiva. Ansioso na hora em que sacava para fechar, o tricampeão precisou escapar de um 15-40 no último game do set. A última parcial foi amplamente dominada por Nadal, que conseguiu duas quebras logo de cara e abriu 4/0. O espanhol não enfrentou break points e cedeu apenas sete pontos em seus games de serviço.

Comentários