Notícias | Dia a dia | US Open
Sabalenka brilha contra Azarenka, Stephens decepciona
28/08/2019 às 00h34

Sabalenka fez valer seu melhor momento no circuito

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - O duelo bielorrusso entre Aryna Sabalenka e Victoria Azarenka pela primeira rodada do US Open cumpriu o que prometia em termos de emoção, equilíbrio e alto nível técnico. Em melhor momento no circuito, Sabalenka fez valer a condição de número 13 do mundo e eliminou a compatriota com parciais de 3/6, 6/3 e 6/4 em 2h13 de partida. A jovem bielorrussa de 21 anos agora enfrenta a cazaque Yulia Putintseva, 39ª colocada, que marcou um duplo 6/3 contra a norte-americana Madison Brengle.

Sabalenka entrou no US Open como a nona cabeça de chave, mas havia perdido quatro posições na última segunda-feira por não defender os 470 pontos do título do Premier de New Haven do ano passado. O torneio, aliás, nem existe mais e foi substituído pelo WTA do Bronx, de nível International, no calendário do circuito feminino.

Por sua vez, Azarenka aparece atualmente na 41ª colocação do ranking. Ex-número 1 do mundo e duas vezes finalista do US Open, em 2012 e 2013, a experiente jogadora de 30 anos ainda não conquistou títulos desde o nascimento do filho, Leo, em dezembro de 2016. A bielorrussa vem retomando aos poucos a rotina no circuito e já ganhou 22 jogos este ano, três deles contra top 10, e jogou uma final em Monterrey.

Muito mais agressiva em quadra, Sabalenka liderou a contagem de winners por 42 a 17 e terminou o jogo com 43 erros não-forçados contra 27 de Azarenka. A ex-líder do ranking dominou o set inicial, com duas quebras e enfrentando só um break point. Azarenka ainda abriu 2/0 na parcial seguinte, mas não sustentou a vantagem, perdeu uma nova chance de quebra e sofreu com as devoluções da rival, que venceu quatro games seguidos na reta final do set.

O set decisivo também começou melhor para Azarenka, que criou break points nos três primeiros games de saque de Sabalenka e conseguiu uma quebra, mas novamente permitiu o empate. Já no fim do jogo, a jovem jogadora mantinha a intensidade e distribuía winners, além de confirmar seus games de saque com maior tranquilidade. Já Azarenka encarou games longos e acabou sofrendo uma quebra derradeira no décimo game.

Stephens não passa da estreia em Nova York - Campeã do US Open em 2017 e superada nas quartas no ano passado, Sloane Stephens decepcionou na edição 2019 do Grand Slam nova-iorquino. A anfitriã de 26 anos e número 10 do mundo não passou da rodada de estreia, superada pela russa de 20 anos e 127ª colocada Anna Kalinskaya por 6/3 e 6/4 em apenas 1h24 de partida. Stephens fez 20 winners e 33 erros não-forçados na rápida partida. Sua algoz comemora a primeira vitória contra top 10 e agora enfrenta a convidada local Kristie Ahn, que derrubou a russa finalista de Cincinnati Svetlana Kuznetsova com 7/5 e 6/2.

Comentários