Notícias | Dia a dia | US Open
Kyrgios vence na madrugada e avança no US Open
28/08/2019 às 02h12

Kyrgios disputou seu primeiro jogo desde a eliminação em Cincinnati

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - No jogo que encerrou as disputas da primeira rodada do US Open, Nick Kyrgios confirmou o favoritismo contra Steve Johnson. Cabeça 28 em Nova York, o australiano superou o anfitrião, 86º colocado, por 6/3, 7/6 (7-1) e 6/4 em 2h01 de partida. Realizada já no fim de noite no Louis Armstrong Stadium, o jogo terminou por volta de 1h da manhã pelo horário local.

Campeão do ATP 500 de Washington no início do mês, Kyrgios vem de eliminações precoces em Montréal e em Cincinnati. Em seu último torneio, aliás, o australiano acabou recebendo uma série de punições por má conduta em quadra. As multas totalizaram US$ 113 mil.

Aos 24 anos, Kyrgios faz sua sétima participação no US Open. O australiano jamais passou da terceira rodada em Nova York. Seus melhores resultados em torneios deste porte foram as quartas de final de Wimbledon em 2014 e do Australian Open no ano seguinte.

O próximo compromisso de Kyrgios será contra o convidado francês Antoine Hoang, que bateu o argentino Leonardo Mayer por 3/6, 6/2, 6/7 (6-8), 6/1 e 6/3. O australiano jamais enfrentou o rival de 23 anos e 104º do ranking. Caso chegue à terceira rodada, pode enfrentar o russo Andrey Rublev ou o francês Gilles Simon.

Mais uma vez, o saque de Kyrgios fez a diferença em uma partida. Ele disparou 24 aces, venceu 86% dos pontos com o primeiro saque e sofreu apenas uma quebra de serviço na partida, com quatro break points enfrentados. O australiano também liderou a contagem de winners por 53 a 16 e, por ser mais agressivo, cometeu 32 erros contra 23 do rival. Foram quatro quebras a favor de Kyrgios no jogo.

Kyrgios também mostrou seu bom repertório de golpes, utilizando bate-pronto, subindo à rede e até mesmo arriscando um backhand de uma mão. Foram poucos os momentos de tensão em quadra. A reclamação principal, e vinda de ambos os lados, era com fato da circulação do público no meio dos pontos ou atrasando os rituais de saque dos jogadores. O australiano também não se mostrou muito confortável com o comprimento dos calções enviados por seu patrocinador.

Os sacadores iniciaram a partida correndo pouquíssimos riscos até que Kyrgios salvasse dois break points no sexto game. Depois disso, o australiano conseguiu duas quebras seguidas para fechar o primeiro set. A parcial seguinte foi inteiramente sem quebras. Kyrgios fez 13 aces, não enfrentou break points, cedeu só sete pontos no saque e dominou o tiebreak. Confiante, o australiano abriu 3/0 e saque no último set, sofreu uma quebra, mas conseguiu manter a vantagem.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series