Notícias | Dia a dia | US Open
Kyrgios dispara contra ATP e a acusa de corrupta
28/08/2019 às 13h57

Nova York (EUA) - Mais uma vez o australiano Nick Kyrgios instaurou uma polêmica no circuito, mas desta vez não por algo que fez em quadra e sim por declarações na entrevista coletiva dada após sua boa vitória por 3 sets a 0 na estreia do US Open, fechando a rodada da última terça-feira. Questionado sobre a multa que levou no Masters 1000 de Cincinnati, ele não se segurou e disparou contra a ATP.

“A ATP é corrupta, mas não estou preocupado com isso. Sei que me multaram em US$ 113 mil, mas por que estamos falando disso ainda? Já faz três semanas que aconteceu e acabo de vencer minha primeira rodada do US Open”, falou o australiano, que se tornou o jogador a desembolsar mais dinheiro de uma vez, superando a punição de US$ 82.500 dada à norte-americana Serena Williams no US Open de 2009.

Logo após sair a pena para o australiano, a ATP também divulgou que investigará com mais calma tudo o que ocorreu dentro e fora de quadra e que ainda poderá suspendê-lo no futuro, mas uma decisão sobre isso não foi divulgada antes do US Open. Kyrgios já foi suspenso uma vez antes, no final de 2016, quando ficou oito semanas afastado do circuito devido a "conduta contrária à integridade do jogo" no Masters 1000 de Xangai.

Através das redes sociais, o australiano tentou explicar melhor o que disse na coletiva e assumiu ter se expressado mal. "Gostaria de deixar claro que meu comentário sobre a ATP ser corrupta não foi a melhor escolha de palavras. Minha intenção era dizer que eles usam dois pesos e duas medidas, mas não que sejam corruptos. Sei que meu comportamento é controverso em alguns momentos e isso já me trouxe problemas", disse Kyrgios.

"Às vezes eu mereço (as punições), mas meu o problema é que outros fazem o mesmo, não têm a mesma atenção da mídia e acabam não sendo punidos. Quero deixar claro que não sou perfeito e não pretendo ser, mereço muitas das multas e punições que recebo, mas espero que as decisões sejam consistentes com todos", complementou o australiano.

Kyrgios declarou que após o incidente e a eliminação em Cincinnati resolveu chegar mais cedo em Nova York para focar em sua preparação para o último Grand Slam do ano. “Vim para Nova York, onde passei meu tempo apenas treinando e ver que esse esforço está se transferindo para as partidas é muito bom. Senti que estava me movimentando bem, jogando bem. Acho que essa semana de treinamento valeu muito”.

ATP responde comentário de Nick

No dia seguinte à declaração de Kyrgios, a entidade que comanda o circuito profissional masculino se pronunciou através de comunicado: “Os comentários feitos por Nick Kyrgios serão avaliados de acordo com as Regras da ATP. O caso ficará nas mãos de Gayle David Bradshaw, vice-presidente executivo de Regras e Competição, após uma investigação conforme exigido pelas regras da ATP”.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series