Notícias | Dia a dia | US Open
Federer novamente precisa de 4 sets para avançar
28/08/2019 às 17h04

Federer agora espera pelo vencedor entre Pouille e Evans na próxima rodada

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Assim como já havia acontecido na rodada de estreia, Roger Federer novamente precisou de quatro sets para vencer uma partida no US Open. O suíço ficou em quadra por 2h21 e venceu o bósnio Damir Dzumhur, 99º colocado, por 3/6, 6/2, 6/3 e 6/4. Na terceira rodada, Federer pode enfrentar o britânico Daniel Evans ou o ex-top 10 francês Lucas Pouille.

Pentacampeão do Grand Slam norte-americano entre 2004 e 2008 e vice em outras duas oportunidades, Federer mantém a escrita de nunca ter perdido nas duas primeiras rodadas em Nova York. O veterano de 38 anos faz sua 19ª participação no torneio e não perde antes da terceira rodada em um Grand Slam desde 2013, quando caiu na segunda rodada de Wimbledon.

Com 41 vitórias na temporada, Federer é o terceiro jogador que mais venceu em 2019. Ele só fica atrás do russo Daniil Medvedev, que tem 45 viórias, e do espanhol Rafael Nadal, que tem 42 no total. O ex-número 1 do mundo ocupa atualmente a terceira posição no ranking da ATP e disputa a vice-liderança com Nadal.

Por conta da chuva, jogo foi disputado com o teto fechado

Mesmo com o teto fechado no Arthur Ashe Stadium e com condições ainda mais rápidas em quadra, Federer teve um início parecido com o da estreia de segunda-feira, com muitos erros não-forçados e apressado na definição dos pontos. Sem querer trocar mais que duas bolas por ponto, o suíço sofreu duas quebras de serviço e já começou perdendo por 4/0. O número 3 do mundo até conseguiu devolver uma das quebras, explorando o saque pouco contundente de seu adversário, mas não conseguiu buscar o empate. Federer terminou o set inicial com 8 winners e 17 erros não-forçados.

Logo na abertura do segundo set, Federer teve que enfrentar um break point, mas se salvou ao disputar um ponto longo e bem jogado antes de confirmar o serviço. Um pouco mais vibrante e mostrando melhor movimentação em quadra, o suíço conseguiu uma quebra pouco depois e já abriu 3/0 no placar. No fim do set, o pentacampeão teve uma pequena instabilidade e novamente foi ameaçado, mas encaixou uma sequência de bons primeiros saques. Federer ainda conseguiu uma nova quebra para definir a parcial e encerrou o set com apenas seis erros e 14 bolas vencedoras.

O terceiro set teve apenas uma quebra, conquistada por Federer ainda no segundo game. Mais uma vez, ele abriu 3/0 e soube administrar a vantagem. O suíço ainda teve chances de ampliar a diferença no longo quarto game e escapou de três break points quando vencia por 4/2. Foram 4 aces para o suíço na parcial e 21 winners, além de um índice de acerto de saque de 77%, contra 57% do set inicial e 63% da parcial seguinte.

À essa altura, Dzumhur já fazia tudo o que podia, até mesmo trocar voleios na rede, mas a consistência de Federer já era muito maior e o suíço conseguiu uma quebra precoce no quarto set. O suíço ainda enfrentou um break point na parcial, ainda no quarto game, mas conseguiu a vantagem por 3/1. Depois disso, só perdeu mais três pontos em seus games de serviço até o fim do jogo. Federer terminou o jogo com 16 aces e 4 duplas-faltas. Ele liderou a estatística de winners por 58 a 26 e terminou o jogo com 45 erros contra 40 do rival. Além disso, o suíço subiu 48 vezes à rede e venceu 42 pontos. 

Comentários
Faberg
Roland Garros Series