Notícias | Dia a dia | US Open
Svitolina volta a superar Venus e chega à 3ª rodada
28/08/2019 às 17h53

Svitolina já havia derrotado Venus este ano em Roland Garros

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Assim como já havia acontecido na primeira fase de Roland Garros, Elina Svitolina voltou a superar Venus Williams e garantiu seu lugar na terceira rodada do US Open. Número 5 do mundo, a ucraniana venceu por duplo 6/4 em 1h51 de partida. Esta foi a terceira vitória de Svitolina em quatro duelos contra Venus no circuito.

A ucraniana de 24 anos faz sua sétima participação seguida no US Open e tenta romper a barreira das oitavas, fase em que foi eliminada nos últimos dois anos. Em 2019, Svitolina teve dois bons resultados em Grand Slam, chegando às quartas de final na Austrália e à semifinal de Wimbledon. Sua próxima adversária virá do jogo entre a ucraniana Dayana Yastremska e a sueca Rebecca Peterson.

Por sua vez, Venus repete os piores desempenhos na carreira no US Open. Bicampeã em 2000 e 2001 e finalista em outras duas oportunidades, a veterana de 39 anos parou três vezes seguidas na segunda rodada, entre 2011 e 2013. A ex-número 1 do mundo aparece atualmente apenas na 52ª posição do ranking.

Venus liderou a contagem de winners por 29 a 14, mas cometeu 47 erros não-forçados contra 22 de Svitolina. A ucraniana criou 17 break points durante o jogo desta quarta-feira e aproveitou quatro dessas chances. Já a jogadora da casa quebrou duas vezes em seis oportunidades.

Svitolina conseguiu a primeira quebra da partida ainda no game de abertura e pressionou constantemente o saque de Venus ao longo do set inicial até ampliar a vantagem para 5/2. A ucraniana foi quebrada na primeira vez em que sacou para fechar o set e Venus salvou três set points antes de confirmar o serviço no nono game, mas a parcial foi definida logo depois.

Ainda que Venus tenha começado o segundo set vencendo por 3/0, a norte-americana não tinha vida fácil no saque e enfrentou break points em todos os seus games de serviço. Não demorou para que a pressão exercida por Svitolina refletisse no placar. A ucraniana venceu cinco games seguidos e ficou perto da vitória. Sacando para se manter no jogo, Venus salvou cinco match points e confirmou o serviço, mas a vitória ucraniana foi consolidada no game seguinte.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series