Notícias | Dia a dia | US Open
Serena quer diminuir erros para brigar pelo título
29/08/2019 às 11h59

Nova York (EUA) - A norte-americana Serena Williams não saiu muito contente de quadra na última quarta-feira, apesar da vitória de virada sobre a jovem compatriota Catherine McNally, de apenas 17 anos. O excessivo número de erros não forçados, chegando a 28 no fim da partida, fez com que a ex-número 1 do mundo se cobrasse uma evolução para as próximas partidas.

“Preciso me acostumar a jogar partidas deste calibre, contra jovens jogadoras que estão diante da oportunidade de suas vidas. McNally jogou em altíssimo nível e me deu muito trabalho até o começo do segundo set, mas depois ela foi baixando seu nível e pude aproveitar a situação”, declarou a caçula das irmãs Williams, que cometeu mais da metade dos erros (15) no primeiro set.

“Tive que ficar tranquila e tomar algumas decisões; a primeira delas era tentar não cometer tantos erros não forçados. Fui muito errática nas duas primeiras parciais e dei muitas chances para minha rival. Não posso querer vencer um torneio errando tanto assim e sabia que precisava melhorar se quisesse ganhar o terceiro set”, complementou a norte-americana.

Serena também tirou coisas positivas da vitória sobre McNally. “Vencer partidas deste tipo é importante porque te dá mais confiança para os confrontos que virão pela frente”, comentou a seis vezes campeça do US Open, que agora terá pela frente a vencedora do confronto entre a taiwanesa Su-Wei Hsieh e a tcheca Karolina Muchova.

“Já enfrentei Su-Wei Hsieh antes e sei do que ela é capaz. Contra Muchova eu nunca joguei, mas sei que foi muito bem em Wimbledon. Vi alguns jogos seus, mas não o suficiente para ter uma noção de seu estilo de jogo; tentarei ver esse duelo para poder analisar as duas”, comentou a atual número 8 do mundo.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series