Notícias | Dia a dia | US Open
Barty dispara 11 aces e volta a superar Sakkari
30/08/2019 às 17h12

Barty é a única jogadora a chegar às oitavas em todos os Slam em 2019

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Assim como havia acontecido há duas semanas, em Cincinnati, Ashleigh Barty voltou a superar Maria Sakkari e garantiu vaga nas oitavas de final do US Open. Número 2 do mundo, a australiana marcou as parciais de 7/5 e 6/3 contra a grega de 24 anos e 29ª colocada no ranking mundial.

Mais uma vez, Barty teve um ótimo desempenho no saque. Ela disparou 11 aces na partida desta sexta-feira, apenas um a menos que no duelo das quartas de final de Cincinnati. A australiana conquistou quatro quebras, perdeu só um game de serviço, liderou a contagem de bolas vencedoras por 17 a 12 e terminou o jogo com 23 erros contra 39 da rival.

Depois de ter liderado o ranking por sete semanas este ano, Barty tem boas chances de recuperar a primeira posição. Ela certamente reassume o número 1 se chegar à final. Mesmo que não chegue tão longe no torneio, a australiana pode voltar ao topo do ranking se Karolina Pliskova não for semifinalista e se o título não ficar com Naomi Osaka, campeã no ano passado e atual líder do ranking.

Vencedora de Roland Garros, Barty é também a única jogadora do circuito feminino a alcançar pelo menos as oitavas em todos os quatro Grand Slam de 2019. Ela também fez oitavas em Wimbledon e fez quartas na Austrália. Sua próxima rival virá do jogo entre a chinesa Qiang Wang, número 18 do mundo, e a francesa Fiona Ferro, 74ª colocada.

Konta vence e vai desafiar Pliskova
Quem também garantiu vaga nas oitavas de final foi Johanna Konta. A britânica de 28 anos e 16ª do ranking derrotou a chinesa Shuai Zhang, 34ª colocada, por 6/2 e 6/3. Com o resultado, ela repete suas melhores campanhas no US Open, alcançadas em 2015 e 2016. Em busca de um lugar nas quartas de final em Nova York, Konta terá uma difícil missão contra a número 3 do mundo Karolina Pliskova. A britânica já enfrentou a tcheca em sete oportunidades e conseguiu apenas uma vitória, conquistada há quase três anos, em Pequim.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series