Notícias | Dia a dia | US Open
Espanhola dispara contra multa por falta de esforço
31/08/2019 às 09h20

Nova York (EUA) - Após abandonar a estreia no US Open contra a húngara Timea Babos, que durou 47 minutos e teve apenas um set disputado, a espanhola Carla Suárez levou uma multa de US$ 40 mil da organização por falta de esforço. Ela não concordou com a punição e soltou um comunicado disparando contra a punição e avisando que irá recorrer.

"Os problemas que me forçaram desistir em Nova York são os mesmos que venho tratando há meses para manter um nível alto nos torneios. Também tive essas dores nas costas nas últimas edições de Roland Garros e Wimbledon, onde ganhei várias partidas", declarou a cabeça de chave número 28 na competição.

"Cheguei mais cedo em Nova York do que em outras temporadas justamente para oferecer meu melhor nível. Foram 10 dias de preparação e inclusive desisti de competir no torneio do Bronx, onde seria a cabeça de chave 2 e com boa chance de conseguir um bom resultado, para cuidar do meu corpo para o último Grand Slam do ano", acrescentou Suárez.

A espanhola ainda lembra que já está no circuito há 15 anos e garante jamais ter abordado o esporte de uma perspectiva que não seja a do respeito pela competição, jogo limpo e esforço pleno. Ela ainda disparou contra a decisão da multa alegando subjetividade no que é 'falta de esforço'.

"Junto com minha equipe vou apelar contra essa multa, pois a consideramos em desacordo com os valores que sempre representei. Entendemos que o Comitê dos Grand Slam está fazendo uma interpretação errada neste caso e vamos exercer nosso direito de apelação nos próximos dias", afirmou a espanhola de 30 anos e atual 33 do mundo.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series