Notícias | Dia a dia | US Open
Medvedev incorpora vilão e alfineta torcida contra
31/08/2019 às 10h13

Nova York (EUA) - A noite de sexta-feira viu mais uma partida cheia de polêmicas, com discussão entre tenista e árbitro de cadeira, torcida inflamada e resposta dentro de quadra para o público. Desta vez o protagonista não foi o polêmico australiano Nick Kyrgios e sim o russo Daniil Medvedev, que chega ao US Open embalado por dois vice-campeonatos e mais o título no Masters 1000 de Cincinnati.

O russo começou a se desentender com o juiz e o público no 11º game da partida, quando foi ríspido ao retirar a toalha das mãos de um dos boleiros e acabou sendo advertido por violar o código de conduta em quadra. Irritado, o jogador discutiu com o árbitro com o indicador em riste e depois exibiu o dedo médio, gesto que não foi percebido pelo árbitro de cadeira, mas foi captado pela transmissão de TV e exposto no telão do estádio.

Depois desse incidente o público foi todo para o lado do espanhol Feliciano López, mas não foi suficiente. Medvedev levou a melhor em quatro sets e ainda fez questão de alfinetar a torcida no discurso dentro de quadra. “Primeiro eu gostaria de dizer: 'Obrigado, pessoal'. Por causa de sua energia nesta noite eu consegui encontrar o ritmo”, falou o russo, entrando no papel de vilão.

“Se não fossem vocês eu provavelmente teria perdido porque estava com cãibras ontem e foi muito difícil. Então quando forem dormir essa noite, lembrem que venci por causa de vocês. A única coisa que posso dizer é que a energia que vocês me deram pode ser suficiente para mais cinco jogos. O quanto mais vocês fizerem isso, mais eu vencerei”, finalizou o número 5 do mundo.

Comentários