Notícias | Dia a dia | US Open
Nadal não dá chance a Chung e vence 60º jogo em NY
31/08/2019 às 17h17

Nadal não havia entrado em quadra pela segunda rodada e ainda não perdeu sets no torneio

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Depois de nem precisar entrar em quadra para atuar na segunda rodada do US Open, Rafael Nadal retornou ao Arthur Ashe Stadium neste sábado e marcou uma tranquila vitória para chegar à terceira rodada. O número 2 do mundo e tricampeão do torneio superou o jovem sul-coreano de 23 anos Hyeon Chung por 6/3, 6/4 e 6/2 em 1h58 de partida.

Nadal não jogava desde a última terça-feira, quando estreou em Nova York vencendo o australiano John Millman, 60º do ranking, em sets diretos. Dois dias depois, o espanhol foi beneficiado pela desistência do também australiano Thanasi Kokkinakis, 203º colocado, que sentiu uma lesão no ombro direito antes de entrar em quadra.

Esta foi a 60ª vitória de Rafael Nadal no US Open. Além dos três títulos conquistados em 2010, 2013 e 2017, o espanhol de 33 anos também tem o vice-campeonato de 2011 e outras três semifinais em Nova York. Seu próximo adversário virá do duelo entre dois grandes sacadores, o norte-americano John Isner e o croata Marin Cilic, campeão do Grand Slam norte-americano em 2014.

Por sua vez, Chung vai aos poucos recuperando a confiança e os bons resultados. Ex-número 19 do mundo e semifinalista do Australian Open no ano passado, o sul-coreano voltou a disputar uma chave principal de Grand Slam depois ficar fora de Roland Garros e Wimbledon, que aconteceram durante um período de afastamento do circuito por lesão nas costas. Ele aparece atualmente no 170º lugar do ranking e precisou passar por um quali de três rodadas em Nova York, além de vencer dois jogos de cinco sets pela chave principal.

Nadal sequer enfrentou break points na partida deste sábado. Além disso, venceu 88% dos pontos jogados com seu primeiro saque e cedeu apenas 15 pontos em seus games de serviço. O espanhol conseguiu quatro quebras no jogo, uma em cada um dos dois primeiros sets e mais duas na terceira parcial, quando Chung já não oferecia a mesma resistência. O tricampeão liderou a estatística de winners por 28 a 20 e cometeu 26 erros contra 37 do rival.

No encontro entre dois jogadores que apostam na consistência do fundo de quadra, os games iniciais já foram dentro do padrão imaginado para a partida. Como tem um saque mais contundente, Nadal conseguia ganhar pontos com mais tranquilidade que Chung em seus games de serviço. Não demorou muito para o espanhol concretizar sua primeira quebra de serviço já no sexto game e não ser ameaçado. Mesmo com 41% de primeiro saque em quadra, Nadal dominou o primeiro set com autoridade. Fez 10 winners contra apenas 4 do coreano.

A primeira quebra do segundo set foi logo cedo. Nadal administrou muito bem a vantagem obtida e só perdeu um ponto quando acertou o primeiro saque durante o segundo set. Ele fechou a parcial com um primeiro saque um pouco mais eficiente, na casa de 56%. Ainda no início do terceiro set, Chung passou a errar com muito mais frequência, sinal de impaciência ou cansaço de físico e mental. Dessa forma, Nadal quebrou cedo, só perdeu três pontos no saque durante o terceiro set e ainda conseguiu uma nova quebra no fim do jogo.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series