Notícias | Dia a dia | US Open
Bencic elimina Osaka e iguala seu melhor Slam
02/09/2019 às 15h31

Nova York (EUA) - A festa suíça neste US Open ganhou mais um capítulo nesta segunda-feira. Depois da classificação de Roger Federer e Stan Wawrinka às quartas na chave masculina, agora foi a vez de Belinda Bencic fazer o mesmo entre as mulheres, conquistando uma excelente vitória sobre a japonesa Naomi Osaka, que não resistiu e foi eliminada em sets diretos, com placar final de 7/5 e 6/4.

Pela primeira vez nas quartas de um Slam desde sua primeira aparição em Flushing Meadows, cinco anos atrás, Bencic medirá forças com a croata Donna Vekic, que flertou com a derrota diante da alemã Julia Goerges e salvou um match-point antes de rumar para a grande vitória de virada, derrubando a rival com parciais de 6/7 (5-7), 7/5 e 6/3, após 2h45 de batalha.

Será a quarta vez que a suíça e a croata medem forças. Bencic levou a melhor nos dois primeiros encontros, na grama de Birmingham e no piso duro de New Haven, ambos em 2014, mas foi superada por Vekic neste ano no saibro de Roland Garros. As duas tentarão pela primeira vez alcançar a semi em um dos quatro principais torneios do circuito mundial.

Bencic vence Osaka pela 3ª vez no ano

Assim como já fizera em Indian Wells e Madri, a suíça foi mais uma vez superior a Osaka e derrubou a japonesa pela terceira vez na temporada, mais uma em sets diretos. Bencic superou a oponente não apenas nas bolas vencedoras (29 a 26), mas também cometeu menos erros não forçados (12 a 21) e se deu melhor com o aproveitamento nos serviços (73% a 59%).

Bencic conseguiu uma quebra logo no primeiro game e por pouco não repetiu a dose no terceiro. Osaka tratou de responder prontamente e devolveu o break no 2/2, mas voltou a perder o serviço no 11º game e em seguida também o set inicial. A segunda parcial foi muito parelha e acabou definida com uma quebra solitária para a suíça no quinto game.

Fazendo uma franca recuperação no ranking, a atual 12 do mundo conviveu com muitas lesões nos últimos anos e chegou a sair do top 300 em 2017. Naquele mesmo ano ela conseguiu dar a volta por cima e fechou na 74ª colocação. Em 2018, a suíça subiu mais 20 lugares no decorrer da temporada. Na atual temporada, a suíça foi campeã em Dubai, finalista em Mallorca e fez semi em Indian Wells e Madri. Com isso, fica muito perto até mesmo de voltar ao grupo das dez melhores do mundo.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series