Notícias | Dia a dia | US Open
Nadal vence e chega pela 40ª vez às quartas em Slam
02/09/2019 às 23h10

Após duas vitórias em sets diretos, o espanhol encarou um bom teste contra o campeão de 2014 Marin Cilic

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - No maior teste que encarou nesta edição do US Open, Rafael Nadal teve uma grande atuação e venceu um duelo de campeões contra Marin Cilic. Dono de três títulos no torneio, o espanhol superou o vencedor de 2014 por 6/3, 3/6, 6/1 e 6/2 em 2h49 para chegar às quartas de final da competição. É a 40ª vez que ele chega às quartas em um Grand Slam, sendo a décima em Nova York, onde já foi campeão nos anos de 2010, 2013 e 2017.

Vencedor de 18 títulos de Grand Slam, Nadal tenta se aproximar do recorde de 20 conquistas que pertence a Roger Federer. De quebra, o canhoto de 33 anos tem a chance de aumentar a diferença para Novak Djokovic, que tem 16 títulos deste porte, mas já se despediu do torneio.

Nadal não havia perdido sets em suas partidas anteriores no torneio. Ele estreou vencendo o australiano John Millman em sets diretos, depois foi beneficiado pela desistência do também australiano Thanasi Kokkinakis e nem precisou entrar em quadra. Já na terceira rodada, passou em três sets pelo jovem sul-coreano de 23 anos Hyeon Chung.

Embora não tenha chances de recuperar a liderança do ranking logo após o US Open, Nadal é o jogador que mais pontuou na temporada e tem chance de abrir boa vantagem para o sérvio na disputa para saber quem termina o ano como número 1 do mundo. Em 2019, o espanhol acumula 7.225 pontos contra 7.085 de Djokovic. O título no US Open vale 2 mil pontos e a campanha do sérvio até as oitavas rendeu só 180.

Em busca de mais uma semifinal de Grand Slam em sua vitoriosa carreira, Nadal agora enfrenta o argentino Diego Schwartzman, jogador de 27 anos e 21º colocado no ranking mundial. O retrospecto é amplamente favorável ao espanhol, que venceu todos os sete duelos anteriores entre eles. Quem vencer esse jogo, enfrentará na semi o vencedor da partida entre Matteo Berrettini e Gael Monfils.

Superado por Nadal nesta segunda-feira, Cilic aparece atualmente no 23º lugar do ranking mundial. Ex-número 3 do mundo e finalista de três Grand Slam, o croata de 30 anos ainda não conquistou títulos na atual temporada. Suas melhores campanhas foram as quartas em Madri e em Washington. Durante o primeiro semestre, o experiente jogador sofreu com lesão no joelho direito. O histórico entre ele e Nadal passa a ser de 7 a 2 para o espanhol.

A pressão de Nadal sobre o saque de Cilic começou cedo. O espanhol se aproveitou de um game com poucos primeiros serviços em quadra do croata e apostou em devoluções profundas para conseguir uma quebra e liderar por 3/1. Cilic até conseguiu devolver a quebra na sequência, por conta de algumas bolas que ficaram curtas e possibilitaram ao croata atacar com o forehand, mas Nadal sequer permitiu o empate e conseguiu mais uma quebra em um game com dois erros seguidos do croata. Depois disso, o tricampeão não enfrentaria mais break points até o fim do set. Ele cometeu apenas cinco erros na parcial contra 12 do croata, que fez 8 a 6 em winners.

No início do segundo set, Nadal se mostrou um pouco descontente com a árbitra sueca Louise Engzell depois de receber uma advertência por tempo. Ele argumentou que a juíza de cadeira estava iniciando a contagem do relógio de saque mais cedo do que o habitual. Cilic soube se aproveitar da momentânea perda de concentração do espanhol e conseguiu uma quebra logo cedo. O campeão de 2014 seguia apostando na força de seu forehand e usava muito os ângulos contra um rival muito distante da linha de base para colocar o espanhol na defensiva quase que o tempo todo. O croata não teve o serviço ameaçado em nenhum momento durante a parcial e liderou nos winners por 12 a 9, com sete erros para cada lado.

Nadal ganhou confiança depois de um excelente game no início do terceiro set. O espanhol fez uma bela jogada junto à rede e depois defendeu dois smashes, levantando o público. Com 0-40, Cilic cometeu uma dupla-falta e teve o serviço quebrado. Mais agressivo naquele momento, Nadal disparou onze winners durante a parcial contra apenas quatro de Cilic e cedeu apenas cinco pontos em seus games de serviço. Com amplo domínio, o número 2 do mundo ainda conseguiria mais uma quebra de serviço já na reta final do set.

Com grande vantagem no placar, Nadal dominou também o quarto set. O espanhol conquistou duas novas quebras logo de cara e abriu 4/0. Naquele momento, Nadal já havia vencido nove games seguidos. Cilic chegou a ter um break point, mas não o aproveitou. Além disso, o croata teve que lutar muito para confirmar o serviço no quinto game e evitar o 'pneu'. O panorama do jogo não mudou e Nadal confirmou a vitória. Deu tempo até para fazer um ponto espetacular já no último game. O número de winners foi próximo, 36 a 33 para Nadal, mas Cilic cometeu 40 erros contra 26 do espanhol.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series